Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

PANDEMIA

Média móvel de mortes e taxa de contágio da Covid-19 caem em Mato Grosso do Sul

Secretário diz que cuidados devem ser mantidos para não evitar nova onda e pico
19/10/2020 12:58 - Glaucea Vaccari


A média móvel de mortes e a taxa de contágio da Covid-19 registraram queda em Mato Grosso do Sul, o que indica queda no avanço doença no Estado, mas ainda preocupa a Secretaria Estadual de Saúde (SES).

“A média movel decaiu sensivelmente, estamos com 8,1 óbitos por dia, já chegamos a mais de 14, que era a média principalmente em setembro e agosto”, disse o secretário de Saúde, Geraldo Resende.

Com relação a taxa de contágio, a retração é de um décimo, saindo de 0,95% para 0,94%.

Conforme boletim divulgado nesta segunda-feira (19), nas últimas 24 horas foram registrados 367 novos casos e quatro óbitos, sendo dois em Corumbá, e um em Campo Grande e Naviraí.

Mesmo com os números considerados positivos, Resende afirma que objetivo é continuar baixando a taxa de contágio.  

“A redução desse indicador vai depender muito da participação da população”, ressaltou.

Segundo o secretário, a pandemia não acabou e é preciso que a população continue com as medidas de prevenção, como isolamento social e uso de máscaras.  

“Tem aglomerações gigantescas, as pessoas voltaram como se estivesse tudo normal. A gente sabe que o vírus está presente, mesmo que a taxa tenha decaído, a gente precisa manter medidas que são os únicos remédios até chegar a vacina”, pediu.

Ele citou a segunda onda da Covid-19 que atinge países europeus, como a Itália que tem registrado recordes de casos, e aumento no número de casos em estados do Brasil que já tiveram o pico da doença no primeiro semestre.

“Mesmo que a gente tenha números que apontem esse descenso, que a gente se mantenha precavido. Também poderemos ter uma nova onda daqui a alguns dias e meses”, alertou.

Secretária adjunta de Saúde, Christina Maymone, acrescentou que, principalmente as etiquetas de higiene, devem permanecer mesmo ao fim da pandemia.  

“Algumas atitudes são essenciais que a gente resgate e que a gente possa fazer igual os países do Oriente, como deixar o calçado do lado de fora quando chega da rua, são hábitos de higiene e precisam passar a ser cultura”, disse.

Mato Grosso do Sul contabiliza 77.490 casos confirmados, com 72.049 destes já recuperados.

Entre os casos ativos, 3.610 estão em isolamento domiciliar e 344 estão internados. 

 
 

Felpuda


Esforços vêm sendo feitos por certos candidatos derrotados na tentativa de conseguir emplacar em cargos públicos comissionados alguns ex-integrantes das equipes de trabalho da campanha eleitoral.

A preocupação não seria, na realidade, com situação de dificuldades que essas pessoas enfrentariam a partir de agora, mas, sim, para livrarem-se de pagar pendências trabalhistas referentes ao período da disputa. Tem cada uma!