Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

BOLETIM

Com 20 novos óbitos, média móvel de mortes por covid-19 aumenta em Mato Grosso do Sul

Alta taxa de circulação e contágio do vírus preocupa Secretaria de Saúde
14/09/2020 11:59 - Glaucea Vaccari


Nas últimas 24 horas, foram confirmados 331 novos casos e 20 mortes por covid-19 em Mato Grosso do Sul, segundo boletim divulgado hoje (14) pela Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Com os novos registros, a média móvel de mortes dos últimos sete dias aumentou para 16,43. Isso significa que, por dia, morrem em média 16 pessoas pela doença no Estado.

“A média móvel se mantinha entre 12 e 14 e agora está em 16,43”, explicou a secretária adjunta de Saúde, Christine Maymone.

Entre as 20 novas vítimas, 12 eram de Campo Grande, duas de Dourados, e uma de Cassilândia, Corumbá, Dois Irmãos do Buriti, Nova Andradina, Rio Brilhante e Três Lagoas.

Vítimas tinham idade entre 41 e 89 anos e três delas não tinham nenhuma comorbidade.

No total, são 1.085 óbitos por covid-19 em Mato Grosso do Sul e a taxa de letalidade permanece em 1,8.

Com relação aos casos confirmados, a média móvel é de 755 casos diários.

Desde o início da pandemia, o Estado soma 59.408 casos positivos, com 51,847 deles já recuperados.

“Se obsevar a curva semanal dos novos casos, estamos com taxa de contágio de 1,10. A gente tem transitado entre 1,08 a 1,12, continuamos com taxa de contágio muito alta”, ressaltou Christine.

Secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, já afirmou em diversas ocasiões que o objetivo é que esta taxa fique abaixo de 1%.

Além disso, a secretária adjunta salienta que a positividade de testes que retornam dos laboratórios também é alta.

Conforme Christinem, em média, de cada 100 amostras colhidas, 37 resultam positivo para a covid.

“Ontem tivemos positividade de 39,19. Quase 40 amostras positivas. Isso significa que circulação grande do vírus, com a taxa de positividade aumentando e a necessidade ainda maior de não fazermos aglomeração”, disse.

Quanto as internações, o número voltou a ficar abaixo de 500 entre os pacientes do Estado, com 495 internados em leitos públicos e privados.

No entanto, há ainda seis pacientes de outros estados em leitos de Mato Grosso do Sul, que não são contabilizados no boletim estadual.

Taxa de ocupação global de leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) é de 74% na macrorregião de Campo Grande, 57 na macro de Dourados, 47% em Três Lagoas e 89% em Corumbá.

 
 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!