Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DESINFECÇÃO

Mortos por Covid-19 vão passar por autópsia 'especial', determina Saúde

Secretaria recomenda limpeza imediata após óbito
23/03/2020 15:14 - Adriel Mattos, Izabela Jornada


Em resolução publicada no Diário Oficial do Estado (DOE-MS) desta segunda-feira (23), a Secretaria de Saúde (SES) autorizou a realização de autópsia verbal para que os casos de infecção pelo novo coronavírus sejam melhor elucidados.

A autópsia verbal acontece quando se tem morte por causa desconhecida, geralmente, além de fazer a autópsia no corpo do defunto, a equipe é autorizada a entrar em contato com a família e com os mais próximos para interrogar sobre os sintomas, hábitos de vida, a fim de elucidar as causas da morte.

Além desse procedimento, os profissionais de saúde deverão fazer a limpeza e a desinfecção de superfícies de maneira estabelecida pela secretaria.

Recomenda-se que a limpeza das áreas de isolamento seja concorrente, imediata ou terminal. A limpeza concorrente é aquela realizada diariamente; a limpeza terminal é aquela realizada após a alta, óbito ou transferência do paciente; e a limpeza imediata é aquela realizada em qualquer momento, quando surge sujeira ou contaminação do ambiente e equipamentos com matéria orgânica, mesmo após ter sido realizado a limpeza concorrente.

A resolução será aplicada para casos confirmados e casos suspeitos. Para fins de aplicação, é considerado caso confirmado: aquele com diagnóstico da infecção pelo agente COVID-19 por exames laboratoriais; caso suspeito: aquele que tenha apresentado síndrome respiratória aguda grave ou com histórico clínico compatível com a infecção.

Para os casos de infecção por COVID-19 com confirmação laboratorial que vierem a óbito após diagnóstico confirmado deverão ter a Declaração de Óbito preenchida com causa bem definida e, como Causa Básica do Óbito, deverá ser incluída “Infecção por Coronavírus – COVID-19”.

Já nos casos de óbito de pessoas com infecção suspeita de COVID-19, deverá haver coleta de material biológico (swab masal – ambas as narinas e Orofaringe) para exame de SARS-CoV-2 a ser encaminhado para o LACEN ou outro laboratório designado pela SES.

 

Felpuda


A lista do Tribunal de Contas de MS, com nomes de gestores que tiveram reprovados os balanços financeiros de quando exerceram cargos públicos, está deixando muitos candidatos de cabeça quente.  Conforme previsto pelo Diálogo, adversários estão se utilizando de tais dados para cobrar, principalmente nas redes sociais, deixando alguns gestores na maior saia justa e tendo que se explicar. O eleitor, por enquanto, só observa. E dê-lhe!