Cidades
INTERIOR

Marcel se cala em depoimento após atropelar e matar jornalista Ronaldo Ney; veja o vídeo

Motorista que fugiu sem prestar socorro, no acidente flagrado por câmera, foi liberado

Léo Ribeiro

19/04/2022 09:07

Marcel Felipe Conceição Moraes, de 31 anos, é o motorista responsável por atropelar e, em seguida não parar para prestar socorro ao jornalista Ronaldo Ney Pinto de Santana, 67 anos, que morreu no último sábado (16) após o acidente. Em depoimento à Polícia Civil de Corumbá, na tarde de ontem (18), o acusado optou por ficar em silêncio, sendo liberado.  

Vale ressaltar que, conforme apuração da mídia local, Marcel tem antecedentes em cometer infrações que colocam a vida de terceiros em risco no trânsito, e fugir sem prestar socorro. Em 8 de janeiro, a bordo de seu Onix (mesmo carro que atropelou Ney) ele foi acusado de fazer uma manobra brusca, atravessar a avenida Rio Branco e colidir com um veículo onde estavam um motorista, esposa e o filho do casal, de apenas cinco anos.  

Conforme declarado no boletim de ocorrência (106/2022), o motorista atingido alegou que além de fugir sem prestar assistência, Marcel aparentava estar embriagado. Sobre o caso do último fim de semana, como "não havia flagrante ou decreto prisional, por ora, ele foi liberado", apontou o delegado responsável, Nicson Lenon Cruz Galisa.  

caso Ney

Marcel conduzia o Onix em alta velocidade, no sentido norte/sul, e atropelou o radialista que trafegava na mesma direção. Conforme as imagens da câmera de segurança, Ney foi atropelado em frente a um ponto de ônibus, onde uma testemunha viu todo acidente. Confira o vídeo: