Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

OPERAÇÃO EFEITO DOMINÓ

MPMS investiga secretária e chefe da Defesa Civil por atrapalhar investigação

A operação é desdobramento da "Sucata Preciosa", deflagrada em junho e investiga supostos falsos contratos da prefeitura do município
05/09/2020 08:39 - Gabrielle Tavares, Nyelder Rodrigues


O Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul (MPMS) investiga uso de perfis falsos em redes sociais para difamar e coagir testemunhas e agentes públicos.  Ontem, sexta-feira (4), foi deflagrada a Operação Efeito Dominó, que cumpriu três mandados de busca e apreensão no município de Bandeirantes, localizado a 72 km de Campo Grande.

Um dos alvos é o chefe de Defesa Civil do município, que também coordena o programa Vale Renda, Valdinei José de Souza Porto.

A secretária municipal de Saúde do Município, Rosa Bortoline Rodrigues, também é investigada e foi intimada da decisão judicial que aplicou medida cautelar diversa da prisão, proibindo contato com a testemunha na investigação relativa à Operação Sucata Preciosa, ex-servidora pública.

Um dos perfis falsos está no Facebook desde 17 de junho, com o nome “Rafael Almeida Fonseca”, que possui somente duas publicações, ambas acusando testemunhas da operação Sucata Preciosa de “sujar a imagem do prefeito, custe o que custar!”, de acordo com uma das publicações do perfil.

A operação que investiga as sucatas do município foi deflagrada pela Promotoria de Justiça de Bandeirantes no dia 2 de junho, para analisar contratos com empresas privadas para manutenção de veículos da frota municipal, os quais não foram prestados, já que boa parte está sucateada ou abandonada.

A ex-enfermeira que testemunha o caso, que era contratada pela prefeitura de Bandeirantes e foi demitida no fim de julho, procurou a polícia para relatar ser alvo de perseguição política depois da publicação do vídeo na rede social.

Ela afirmou que, em uma das publicações, ela é acusada de participar de confraternização na delegacia da cidade um dia antes de a Sucata Preciosa ser deflagrada - fato que não se confirma, tratando-se de uma fake news.

Outro perfil falso, que também seria comandado por Valdinei tem por nome “Amanda Greens”. É citado em uma publicação de Rafael Almeida Fonseca, mas sua página na rede não tem amigos, nem publicações. 

O nome desta nova operação, Efeito Dominó, faz alusão à relação de causa e efeito entre uma série de eventos sucessivos.

 
 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!