Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

BOLETIM

MS bate mais um recorde e chega a 40 mortes por Covid-19

Em 24 horas, foram confirmados 392 casos e um novo óbito
19/06/2020 12:04 - Adriel Mattos


Pela segunda vez nesta semana, Mato Grosso do Sul registrou novo recorde de confirmações de casos de Covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus). Nas últimas 24 horas, 392 casos foram registrados e mais uma morte.

É importante ressaltar que, devido ao grande número de testes, parte desses dados não são relativos à data de ontem. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES), o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-MS) processa os exames de 24 a 72 horas.

Porém, devido à grande demanda, a pasta precisou encaminhar 832 amostras para o Instituto Butantan, de São Paulo, para aliviar a carga de trabalho dos técnicos. Os exames com os resultados devem chegar entre hoje, sexta-feira (19), e amanhã, sábado (20).

Antes uma das regiões menos afetadas, a macrorregião de Corumbá terá aumento no número de testes do drive-thru. “A demanda está exigindo e fizemos uma parceria com a Embrapa [Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária] para fazer a leitura desses testes”, disse o titular da SES, Geraldo Resende.

Resende anunciou ainda parceria com a Unimed Dourados para treinamento de profissionais da saúde que atuam na linha de frente da macrorregião mais afetada pela doença. Nessa ação, o drive-thru atenderá também no fim de semana.

NOVO ÓBITO

Ontem, a secretaria registrou a 40ª morte por Covid-19. Trata-se de um indígena de 59 anos, da etnia Guarani-Kaiowá, que residia em Dourados. Ele era diabético e estava internado desde 2 de junho.

Sendo assim, o Estado contabiliza  8 óbitos em Campo Grande, 5 em Três Lagoas, 2 em Batayporã, 2 em Paranaíba, 1 em Vicentina (também ocorrido no Estado de São Paulo), 8 em Dourados (sendo 1 que morreu em Tocantins), 2 óbitos de Brasilândia, 2 em Itaporã, 1 em Iguatemi, 2 em Rio Brilhante, 1 em Sidrolândia, 1 em Ponta Porã, 2 em Corumbá, 1 em Douradina, 1 em Deodápolis e 1 em Anastácio.

 
 

DADOS

Hoje, Mato Grosso do Sul chegou a 4.666 casos. Entre ontem e hoje, mais 392 casos foram confirmados. Desses novos casos, 158 foram registrados em Dourados, 99 em Campo Grande, 17 em Paranaíba, 14 em Douradina, 12 em Chapadão do Sul, dez em Corumbá e oito em Rio Brilhante.

Fátima do Sul e Três Lagoas confirmaram mais sete casos cada. Itaporã registrou novos seis casos. Bataguassu, Naviraí e Ponta Porã confirmaram cinco novos cada. Já Costa Rica, São Gabriel do Oeste e Sonora registraram quatro casos cada.

Deodápolis, Jardim e Rochedo confirmaram três novos casos cada. Bonito, Caracol, Cassilândia, Ivinhema e Ladário tem mais dois casos cada. E Bandeirantes, Coxim, Iguatemi, Itaquiraí, Laguna Carapã, Mundo Novo, Sidrolândia, Tacuru e Terenos confirmaram um novo caso cada.

Procedimento que já é comum, Inocência e Ribas do Rio Pardo eliminaram um caso cada da base de dados. Isso acontece quando as autoridades locais identificam que o paciente apenas recebe atendimento na cidade e reside em outro local.

Mais 90 pessoas se recuperaram da Covid-19, totalizando 2.290. 118 pacientes estão internados, sendo 64 em leitos clínicos e 59 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Portanto, em 24 horas, mais quatro pessoas foram internadas no Estado. Há ainda quatro pacientes de outros estado e um boliviano sendo tratados em Mato Grosso do Sul, mas não contabilizadas pela SES.

Dessas 64 pessoas em leitos clínicos, 53 estão em leitos públicos. As outras dez estão em hospitais privados, e mais uma de São Paulo ocupa leito privado. Entre os 59 internados em UTI, 28 ocupam leitos públicos e 31 pessoas estão em hospitais privados. Com isso, a taxa de ocupação de leitos clínicos exclusivos para Covid-19 é de 14% e dos de UTI é de 20%.  

Considerando o total geral de leitos e internações por outras doenças, a macrorregião de Corumbá está com 70% da capacidade ocupada. Dos 20 leitos, metade tem pacientes em tratamento contra outras doenças e 20% foram diagnosticados com Covid-19.

Já a macrorregião de Campo Grande está com 64% dos leitos ocupados. São 212 unidades, sendo 61% com pessoas com outras doenças e 3% contaminados pelo vírus. A região de Dourados tem 102 leitos e 53% estão ocupados. E a macrorregião de Três Lagoas tem 32% de leitos ocupados, de um total de 35.

 

Felpuda


Ex-petista de quatro costados, que acabou se aboletando em outro partido já há algum tempo, decidiu se submeter mais uma vez às urnas na tentativa de voltar a comandar cidade do interior de Mato Grosso do Sul. O eleitorado não botou fé e decidiu reeleger o atual prefeito.

Agora, há quem diga que o dito-cujo, que é fã de Carnaval, já pode ir preparando sua fantasia: “palhaço das perdidas ilusões”. Ô maldade!