Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ANIVERSÁRIO

Em meio a desafios na saúde e na natureza, Mato Grosso do Sul completa 43 anos tentando se estabilizar

Apesar da pandemia da Covid-19 e das queimadas no Pantanal, ainda há motivos para celebrar o aniversário do Estado
11/10/2020 16:47 - Gabrielle Tavares


Mato Grosso do Sul completa 43 anos de criação neste domingo (11). Em meio a crises mundiais na economia e na saúde, o Estado, com seus 2,62 milhões de moradores, comemora seu aniversário diante de um cenário difícil neste ano.

Não há como falar sobre o nascimento de Mato Grosso do Sul sem lembrar de Mato Grosso. Em 11 de outubro de 1977, a rixa entre os habitantes de um dos maiores estados do Brasil parecia ter um fim.

A rivalidade ainda permanece entre alguns moradores dos dois locais, principalmente os que testemunharam o movimento separatista. Contudo, depois de todo esse tempo, os territórios trabalham unidos na tentativa de conter a destruição do bioma Pantanal. Brigadistas lutam juntos contra as chamas que não respeitam divisas.

Além do fogo que ameaça à terra, outro inimigo também está no ar.

Com seus 74.675 habitantes que foram contaminados com o coronavírus, e os 1.433 que perderam suas vidas para a doença, Mato Grosso do Sul está somente no início da caminhada para a contenção da doença.  

Além de tudo isso, sul-mato-grossenses ainda enfrentam as temperaturas recordes, não sentidas há mais de 20 anos.  

Mato Grosso do Sul caminha para a meia idade tentando se estabilizar em meio a uma crise mundial. E não está se saindo tão mal: foi um dos estados brasileiros menos afetado economicamente pela pandemia.

De acordo com levantamento do Centro de Liderança Pública (CLP) de 2020, é o 6º estado mais competitivo do país. Foi o 3º em geração de empregos, entre janeiro e julho, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), e é o 1º em transparência do país, de acordo com os órgãos de controle.

Além disso, o Mato Grosso do Sul ganhou 9.810 empresas ativas, conforme dados da Junta Comercial (Jucems).

“Estudos técnicos mostram que vamos ser o Estado com melhor desempenho do país em crescimento econômico em 2021”, afirmou o governador, Reinaldo Azambuja.

 
 

Felpuda


Questão de família acabou descambando para o lado da política, e a confusão já é do conhecimento público. 

A queda de braço tem como foco a troca de apoio político que, de um, foi para outro. Sem contar as ameaças de denúncia da figura central do imbróglio. 

A continuar assim, há quem diga que nenhum dos dois candidatos a vereador envolvidos na história conseguirá ser eleito. Barraco é pouco!