Clique aqui e veja as últimas notícias!

CEPA

MS descarta 148 suspeitas da cepa do coronavírus e aguarda resultado de 3 exames

O Estado tem realizado acompanhamento semanalmente de casos suspeitos e encaminhado para análise
01/03/2021 18:40 - Beatriz Magalhães, Thais Libni


Mato Grosso do Sul encaminha 148 amostras de casos suspeitos para sequenciamento genético no Instituto Adolf Lutz, em São Paulo, para identificar possíveis casos da variante do coronavírus no Estado.  

Com risco de infecções mais severas geradas pela cepa brasileira do coronavírus, identificada em Manaus, a Secretaria de Estado de Saúde (SES), enviou 148 amostras para analíse, 28 apresentaram resultados negativos e o restante foi descartado.

Últimas Notícias

Outras 3 foram encaminhadas para o Laboratório da Fundação Oswaldo Cruz  que está realizando os testes necessários.  

Para ter dar mais agilidade nos exames, as próximas amostras serão encaminhadas para a Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Minas Gerais, por conta do congestionamento de amostras nos laboratórios citados acima.  

Para o diretor do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), Luiz Henrique Ferraz Demarchi, a nova parceira trás mais agilidade para o controle dos casos suspeitos. 

“Nós enviamos 148 amostras para sequenciamento genético no Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo. Destas, recebemos o resultado de 28 amostras cujo os resultados foram negativos para a nova cepa”.

Segundo o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, a SES está atenta quanto a possível variante. 

“Nós remetemos as primeiras amostras de casos suspeito à referência nacional. Sabemos que estes laboratórios estão sobrecarregados. É um processo moroso, chamado de sequenciamento genético. Então, é preciso ter paciência porque pode demorar semanas ou meses para um resultado definitivo. Assim, nós não temos a presença da cepa P1 em Mato Grosso do Sul”.

Assine o Correio do Estado