Clique aqui e veja as últimas notícias!

COMBATE A PANDEMIA

Mato Grosso do Sul é estado com melhor desempenho na distribuição de vacinas contra a Covid-19

Em segundo lugar no ranking nacional está Sergipe
26/01/2021 19:07 - Brenda Machado


Mato Grosso do Sul é o estado com o melhor desempenho na distribuição de vacinas contra a Covid-19, tendo uma representatividade de 86,8%, segundo levantamento do Ministério da Saúde.

A pesquisa considera os dados recolhidos entre os dias 18 e 23 de janeiro, sendo assim o painel ainda não inclui as 10,2 mil doses de CoronaVac recebidas ontem (25).

Em segundo lugar no ranking nacional de melhor distribuição de doses está o estado de Sergipe, com 68% de desempenho. O número é 17 pontos menor que o índice de Mato Grosso do Sul.

Últimas Notícias

No estado, a entrega das vacinas está sendo feita por equipes das polícias militar e civil e pelo Corpo de Bombeiros. "Eu determinei a distribuição para todos os municípios em 24 horas ou, no máximo, em 48 horas. Os 79 já receberam.", enfatizou o governador Reinaldo Azambuja, que priorizou a agilidade do processo.

Das 180.760 doses contabilizadas em Mato Grosso do Sul, 156.974 já chegaram aos municípios e as outras 23.786 estavam em trânsito, conforme o painel.

De acordo com dados da secretária estadual de Saúde (SES), até a sexta-feira (22) passada, cerca de 11,4 mil sul-mato-grossenses já tinham se imunizado contra o novo Coronavírus, mas a intenção do Governo é aumentar a transparência dos dados e fazer mais atualizações com dados da campanha.

Para isto, o secretário de Saúde Geraldo Resende explicou será lançado o chamado “Vacinômetro”.

“O painel será público e apresentará os seguintes dados das vacinas: total de vacinas recebidas; a quantidade de doses aplicadas; aplicação das doses por grupos prioritários; além da consulta por laboratório fornecedor”, contou.

Em Mato Grosso do Sul, as cinco cidades que receberam maior quantidade de vacina foram Dourados (30.598 doses), Campo Grande (26.806), Amambai (11.932), Miranda (11.700) e Aquidauana (8.446).

O município de Dourados lidera o quantitativo de doses devido ao alto índice de indígenas na macrorregião, vivendo em aldeias; grupo que faz parte da fase 1 de aplicações dos imunizantes.