Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

ESPERANÇA

Em dois meses, número de internados por Covid-19 cai 56,93% em Mato Grosso do Sul

Mesmo com queda positiva, especialista alerta que a pandemia ainda não chegou ao fim
10/11/2020 16:22 - Brenda Machado


Num intervalo de dois meses, o número de pacientes internados por Covid-19 caiu 56,93% em Mato Grosso do Sul.

O percentual foi retirado de um comparativo feito sobre os dias 10 de setembro e 10 de novembro deste ano.

Com base nos boletins epidemiológicos do novo Coronavírus, divulgados diariamente pela secretaria estadual de Saúde (SES), há exatos dois meses o estado tinha 490 internados pela doença, hoje são 211.

Em relação a taxa de ocupação de leitos SUS (sistema único de Saúde), as internações nas unidades de terapia intensiva (UTI) para adultos caíram 13%.

Em contrapartida, os leitos de UTI pediátricas, que não somavam nenhuma internação, ganharam 1 paciente, o que já representa 11% da ocupação.

No caso dos leitos clínicos SUS, na respectiva data, 252 adultos estavam internados, hoje são 97, ou seja, uma queda de 19%. A taxa de ocupadão de crianças subiu 1%.

 
 
Boletim epidemiológico

De acordo com as atualizações publicadas pela SES, Mato Grosso do Sul teve 381 novos casos de Covid-19 nas últimas 24h. Dos novos confirmados, 167 são só de Campo Grande.

No total, MS já registra 85.507 casos da doença desde o início da pandemia, em março. Destes, 80.462 já se recuperaram e 3.164 seguem em isolamento domiciliar.

Dos 211 internados com a doença, 2 são pacientes vindos de outros estados.

Até o momento, Mato Grosso do Sul já registrou 1.640 óbitos pela doença, lembrando que, devido aos problemas de atualização na base de dados do Ministério da Saúde, ainda não foram contabilizadas as mortes que aconteceram no último fim de semana.

 

Felpuda


Comentários ouvidos pela “rádio peão”, em ondas curtas, são de que figurinha só ganharia apoio dos colegas caso pessoa agregada fosse “curtir a aposentadoria” de uma vez por todas. Como seu acordo político acabou naufragando nesta campanha, agora dito-cujo estaria querendo recuar e não ceder o lugar. 

Isso até poderia acontecer, se não fosse a sua, digamos, eminência parda. Afe!