Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COMBATE AO CORONAVÍRUS

MS recebe 25 ventiladores para uso de pacientes semi-intensivos com coronavírus

Dez foram para o Hospital Regional e o restante será distribuído a outras unidades
31/03/2020 12:18 - Ricardo Campos Jr


 

Mato Grosso do Sul recebeu 25 ventiladores pulmonares que irão reforçar o atendimento aos possíveis casos graves do novo coronavírus. Os equipamentos custaram R$ 1.368.375, conforme extrato publicado na edição desta terça-feira (31) do Diário Oficial. Dez aparelhos já estão no Hospital Regional para a montagem de leitos semi-intensivos no sétimo andar do prédio.

Os demais serão distribuídos a outras unidades, conforme adiantou ao Correio do Estado o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende. “Ontem já assinamos a aquisição de mais 11 ventiladores. Assim que chegarem, serão encaminhados aos municípios do interior que precisarem”.

Além disso, outros 38 equipamentos devem ser comprados em breve para terminar o novo setor do Regional. O Ministério da Saúde também deve encaminhar ao Estado insumos e máquinas para aumentar de 95 para 105 o número de leitos de terapia intensiva.

O município também comprou em regime de urgência 150 respiradores, medida para ampliar a oferta de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na Capital. Além disso, a administração municipal, em parceria com o governo do Estado, também contingenciou 70 leitos de UTI em hospitais públicos e privados.

A suspensão das cirurgias eletivas favoreceu a habilitação de leitos para tratar pacientes com Covid-19. No Hospital do Trauma até o momento foram dez.

Um Centro de Triagem foi montado no Parque Ayrton Senna, no Bairro Aero Rancho. O local tem capacidade para atender 800 pessoas por dia. O espaço iniciaria os atendimentos na semana passada, entretanto, a administração preferiu retardar a abertura para o momento em que haja maior procura de casos suspeitos.

Além disso, para efetivar a posição do Hospital Regional como centro de referência para o novo coronavírus, foram remanejados 140 pacientes para outras unidades. Desses, 100 foram para a Santa Casa e 40 para o Hospital Universitário.

 

Felpuda


É quase certo que a aposentadoria deverá ocorrer de maneira mais rápida do que se pensava em determinado órgão. O que deveria ser a tal ordem natural dos fatos acabou sendo atropelada por acontecimentos considerados danosos para a imagem da instituição. Os dias estão passando, o cerco apertando e já é praticamente unanimidade de que a cadeira terá de ter substituto. Mas, pelo que se ouve, a escolha não deverá ser com flores e bombons de grife.