Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SAÚDE

MS receberá mais dois profissionais pelo Programa Mais Médicos em setembro

Profissionais foram solicitados para Campo Grande e Ponta Porã
27/08/2015 19:25 - Glaucea Vaccari


Mato Grosso do Sul vai receber dois médicos do Programa Mais Médicos em setembro. Os municípios do estado que solicitaram os profissionais foram Campo Grande e Ponta Porã.

De acordo com o Ministério da Saúde, nesta etapa a demanda foi preenchida apenas com médicos brasileiros. Eles devem se apresentar até o dia 31 de agosto aos gestores municipais e as atividades serão iniciadas a partir do dia 1º de setembro.

Os profissionais vão realizar atendimento na atenção básica de saúde, com a realização de consultas, ações de promoções de saúde e atendimentos de pequenas urgência.

SOBRE O PROGRAMA

Criado em 2013, o Programa Mais Médicos tem objetivo de ampliar à assistência na Atenção Básica fixando médicos nas regiões com carência de profissionais. Além do provimento emergencial de médicos, a iniciativa prevê ações voltadas à infraestrutura e expansão da formação médica no país.

No eixo de infraestrutura, o governo federal está investindo na expansão da rede de saúde. São mais de R$ 5 bilhões para o financiamento de construções, ampliações e reformas de 26 mil Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Já as medidas relativas à expansão e reestruturação da formação médica no país, que compõem o terceiro eixo do programa, preveem a criação, até 2017, de 11,5 mil novas vagas de graduação em medicina e 12,4 mil vagas de residência médica para formação de especialistas com o foco na valorização da Atenção Básica e outras áreas prioritárias para o SUS.

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!