Clique aqui e veja as últimas notícias!

CORONAVÍRUS

Mato Grosso do Sul registra 290 casos de Covid-19 e 24 mortes nas últimas 24 horas

Brasil já ultrapassou a marca dos 190 mil mortos pela doença
26/12/2020 11:59 - Naiara Camargo


Segundo o Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES), publicado neste sábado (26), Mato Grosso do Sul já tem 128.164 casos confirmados de Covid-19 e 2.207 óbitos pela doença.

São 290 casos e 24 mortes a mais que ontem. Os recuperados já somam 111.663.

Em isolamento domiciliar encontram-se 13.688 doentes. Há 606 pessoas internadas, sendo 323 em leitos clínicos (198 público; 125 privado) e 283 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) (193 público; 90 privado).

Acompanhe as últimas notícias

Campo Grande registrou de ontem para hoje 86 novos casos; Dourados 25; Corumbá 30; Maracaju 25; Anastácio 18; Aquidauana 15; Itaporã 15; Três Lagoas 13 e Chapadão do Sul 11.

Campo Grande, Caarapó, Glória de Dourados, Coxim, Bataguassu, Ladário, Bonito, Itaporã, Amambaí, Dourados, Pedro Gomes e Rio Verde de Mato Grosso são as cidades que apresentaram mortes nas últimas 24 horas.

Medidas Restritivas 

toque de recolher das 22h às 5h foi prorrogado, portanto, quem for pego nas ruas neste período, pode ser penalizado. A medida também vale para 31 de dezembro e 1º de janeiro. 

O objetivo é evitar a aglomeração de pessoas, atingir o nível desejado de isolamento social e conter a proliferação do novo coronavírus.

“Uma grande parte da população não tem sido colaborativa, estão se aglomerando, fazendo festas, estão optando pela morte, e não pela vida”, disse o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende.

O uso de máscara é obrigatório em todo o Estado.

Orientações

A SES afirma que o isolamento social; o uso de máscara e álcool gel e a higienização das mãos com água e sabão são medidas imprescindíveis para conter a propagação do novo coronavírus.

Pessoas que apresentarem febre, tosse seca ou dor de garganta devem permanecer em isolamento por 14 dias.

Caso os sintomas se agravem, é recomendado que se procure uma unidade básica de saúde mais próxima.

“Use máscara e mantenha a higienização das mãos”, é o que Geraldo clama todos os dias aos sul-mato-grossenses.