Clique aqui e veja as últimas notícias!

VACINAÇÃO COVID-19

Após recuo do Ministério, MS segue sem informações sobre o novo lote de vacinas

Segundo secretário da SES, Ministério da Saúde ainda não repassou informações de quantidade de doses e data para envio
19/02/2021 18:30 - Ana Karla Flores


Mato Grosso do Sul segue sem informações sobre a data e quantidade de doses que receberá no quinto lote de vacinas contra Covid-19. O secretário de Estado de Saúde afirma que com a mudança em relação as doses do Ministério da Saúde, receberá as informações apenas na tarde de amanhã (20).

O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, havia informado que teria resposta do Ministério da Saúde ainda hoje (19). No entanto, na noite de ontem (18) a pasta alterou o valor de imunizantes que será encaminhado, com isso não será mais 9 milhões e sim em torno de 2 milhões.  

Últimas notícias

O Ministério da Saúde havia informado no final da tarde da última quinta-feira, que Mato Grosso do Sul receberia entre os dias 23 a 28 de fevereiro mais 93.044 doses das vacinas previstas pelo Plano Nacional de Imunização (PNI).  

Inicialmente, a remessa seria composta por pelas duas vacinas ofertadas pelo Ministério da Saúde, com 91.196 doses da Coronavac, imunizante fabricado pelo do Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, e 1.848 doses da vacina produzida pela Astrazeneca em parceria com a Universidade de Oxford.  

No mesmo comunicado, o Ministério da Saúde havia informados que, após o envio das 93 mil doses ainda em fevereiro, a previsão era de que uma sexta remessa, de 414.744 doses, chegaria em Mato Grosso do Sul até 31 de março, com 215.092 imunizantes Coronavac e 199.617 da AstraZeneca.  

Sobre essa situação o secretário de Saúde do Estado não sabe informar quais partes devem ser cumpridas pelo governo federal.

Enquanto as novas remessas não chegam, Mato Grosso do Sul quer agilizar a campanha de vacinação contra a Covid-19 e está em busca de doses disponíveis no mercado. Segundo Resende, o governo está “indo às compras” para garantir que a vacinação prossiga com uma maior rapidez.

O Estado tem como alternativa a aquisição dos imunizantes através do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central (BrC), que é formado por sete governos: Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Rondônia, Tocantins e Mato Grosso do Sul.  

Vacinação em MS

Ao todo, Mato Grosso do Sul já recebeu 222.960 doses dos imunizantes Coronavac e Astrazeneca.

A primeira remessa foi entregue a Mato Grosso do Sul no dia 18 de janeiro, com 158.760 doses da Coronavac. Destas, 23.932 foram destinadas apenas para Campo Grande.

A segunda remessa foi no dia 24 do mesmo mês, quando 22 mil doses da vacina de Oxford chegaram ao Estado, 9.340 apenas para a Capital. A terceira remessa, com 10.200 doses da Coronavac, chegou no dia seguinte. Do total, Campo Grande recebeu 3.600 doses do imunizante chinês.

A quarta chegou no dia 7 de fevereiro, foram 32 mil doses e foram encaminhadas aos municípios, além da primeira dose, para a segunda aplicação nas pessoas com mais de 80 anos que receberam a vacina Coronavac.

De acordo com dados do Vacinômetro, até agora, 66,70% do público-alvo da primeira fase da campanha no Estado já recebeu a primeira dose da Coronavac. Ao todo, das 222.746 doses que chegaram ao Estado até agora, 138.363 foram aplicadas.