Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ALTA

MS tem seis curados para cada paciente internado com Covid-19

Mais nove se recuperaram, totalizando 114 pessoas que “venceram” o novo coronavírus.
26/04/2020 11:30 - Ricardo Campos Jr


 

Mato Grosso do Sul deu novo salto na quantidade de curados da Covid-19 nas últimas 24 horas. Boletim epidemiológico deste domingo (26) mostra que mais nove se recuperaram da doença, totalizando 114 pessoas que “venceram” o novo coronavírus. O número, além de expressivo, corresponde a uma razão de seis curados para cada paciente hospitalizado atualmente.

O guarda municipal Reinaldo Matos, 39 anos, está na lista. Ele recebeu alta nesse sábado (25) do Hospital Proncor, em Campo Grande. É sobrinho de Dona Pedrosa, primeira morte causada pelo novo coronavírus na Capital, e foi tratado com azitromicina e cloroquina.

 

 
 

Existem ainda 95 pessoas que cumprem isolamento domiciliar e 18 internados, dos quais oito estão aos cuidados do Sistema Único de Saúde (SUS).

A ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva é de oito pacientes no Estado, somando as redes pública e privada.

Entre ontem e hoje, houve pico de 17 novos casos, dos quais 15 estão em Campo Grande. Levando em consideração o período médio de 15 dias entre a contaminação e o surgimento dos primeiros sintomas, são pessoas que deram uma “escapada” de casa no Sábado de Aleluia, quando ônibus e comércio funcionaram (ainda que em quantidade e expediente reduzidos) entre a Sexta-feira Santa e o Domingo de Páscoa.

A chave para compreender o avanço da doença no Estado está na idade das pessoas que se contaminaram, e não indica que o fim do isolamento social seja o caminho.

Maioria dos pacientes tem entre 20 e 49 anos, faixa em que a doença costuma ter manifestações menos graves. É importante lembrar que o vírus não segue lógica e portanto mesmo entre os mais novos há um risco de evolução para pneumonia severa, que pode levar à morte.

Por isso, quanto maiores os picos de novos casos, maiores as chances de pessoas de todas as idades precisarem de leitos de UTI.

Mato Grosso do Sul teve sete mortes até o momento, todos idosos e com outras doenças associadas. Três delas viviam em Três Lagoas, das quais duas eram companheiras de um asilo (onde outros três clientes e cinco funcionários também pegaram o novo coronavírus).

Felpuda


Nos bastidores, conversas, ou melhor, quase sussurros, dão conta de que compromisso assumido teria prazo de validade se acontecer a vitória de aliado.

A partir de então, o papo passaria a ser bem, mas bem diferente mesmo, pois, com acordo cumprido, novos objetivos passariam a ser fonte dos desejos, e sem nenhuma moeda de troca.

No caso, não haveria mais sequer um fio de bigode. Tipo, cada um na sua.