Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

NATUREZA

Mudas são distribuídas em Bonito em comemoração ao Dia Nacional do Cerrado

Turistas que passaram o feriado na cidade receberam as doações das espécies nativas
11/09/2020 14:31 - Gabrielle Tavares


Nesta sexta-feira, 11 de setembro, é comemorado o Dia Nacional do Cerrado. Para celebrar a data, a população de Bonito realizou a campanha “Abrace uma Árvore”, onde foram distribuídas mudas de plantas nativas do cerrado.  

Os proprietários do Rio Formoso Hotel Fazenda, Bosco Martins e Marcia Brambilla, compartilharam as espécies com turistas que visitaram a região no último feriado (7).

Entre as mudas distribuídas estavam a Acuri (Scheelea phalerata), Angico (Anadenanthera colubrina), Aroeira (Stryphnodendron obovatum), Ipê Amarelo (Tabebuia), Taquarussu (Gadua superba), Bocaiúva (Cassia grandis), Canafístula (Terminalia argentea), Capitão (Callisthene), e Carvão branco (Calycophyllum multiflorum).

 
 

“A fauna do cerrado também está localizado em boa parte da região centro-oeste e em parte das regiões norte, nordeste e sudeste do país. Apresentando em seu ambiente importantes funções ambientais para espécies animais, vegetais, nascentes e leitos de rios", disse Marcia Brambilla, que também é bióloga.

No momento da doação, os turistas eram orientados a respeito dos cuidados de conservação e plantio, como forma de garantir a sobrevivência as espécies de um dos mais ricos domínios naturais do Brasil, o Cerrado.

As plantas foram cedidas pelo viveiro municipal de Bonito, através da gestora ambiental Thaís da Cruz Arruda da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

O casal de turistas, Daniely Moreira e Claudio Luiz Moreira, disseram que viajam o Brasil e que esse tipo de campanha "deveria ser incentivada em outras partes do país com mesmo objetivo de conservação da natureza”.

As mudas ainda estão disponíveis para doação no hotel fazenda ou no Viveiro Municipal de Bonito.

 

Felpuda


Comentários ouvidos pela “rádio peão”, em ondas curtas, são de que figurinha só ganharia apoio dos colegas caso pessoa agregada fosse “curtir a aposentadoria” de uma vez por todas. Como seu acordo político acabou naufragando nesta campanha, agora dito-cujo estaria querendo recuar e não ceder o lugar. 

Isso até poderia acontecer, se não fosse a sua, digamos, eminência parda. Afe!