Clique aqui e veja as últimas notícias!

POSSIBILIDADE

Município só discutirá volta às aulas presenciais em março

Retorno das escolas municipais aconteceu no último dia 8, no formato remoto
11/02/2021 19:40 - Brenda Machado


As aulas da Rede Municipal de Ensino (Reme) de Campo Grande retornaram nesta segunda-feira (08), em formato remoto, porém a possibilidade de flexibilizar o modelo de educação ainda está em pauta.

Uma reunião que aconteceu na tarde desta quinta-feira (11) discutiu a possibilidade de um retorno híbrido, ou seja, metade virtual e metade presencial.

Últimas Notícias

A secretaria municipal de Educação participou do debate afirmou que a REME está se adaptando e seguindo todos os padrões de biossegurança em razão da pandemia da Covid-19.

Porém, apesar dos pontos discutidos, ainda não há decisão. As partes concluíram que até o final do mês de março, haverá um novo encontro no Ministério Público Estadual para que a pauta seja retomada.

Participaram do encontro o Prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (PSD), a secretária municipal de Educação, Elza Fernandes, e o Promotor de Justiça Paulo Henrique Camargo Iunes, titular da 46ª Promotoria de Justiça da Infância e Juventude.

Ainda na terça-feira (09), o tema foi abordado durante uma reunião na Câmara Municipal de Vereadores. Dos 29 presentes, apenas um vereador se mostrou favorável ao retorno presencial.

Sandro Benites (Patriota) argumentou que a flexibilização chegou até aos shoppings centers. "Se a gente não tem vacinas nem para todos os profissionais da saúde, as aulas vão voltar quando? Daqui um ano, dois anos, quando todos os profissionais de educação estiverem vacinados?”, questionou durante a fala.

O vereador ainda defendeu que caso o retorno "convencional" aconteça, as regras de biossegurança devem ser criteriosamente obedecidas, como o distanciamento, o uso de máscaras e a disponibilização de álcool gel para colaboradores e alunos.

É válido lembrar que a Reme possui 104 unidades em Campo Grande, com aproximadamente 110 mil alunos, 13 mil servidores e 202 unidades.

Assine o Correio do Estado