Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

RUA 14 DE JULHO

Protagonista de aditivo milionário, wi-fi é a próxima etapa do Reviva

Além da ativação da rede de fibra ótica, limpeza das calçadas também teve início
12/11/2019 17:41 - ALÍRIA ARISTIDES


 

Com previsão de entrega para o dia 29 deste mês, a revitalização da rua 14 de Julho, uma das vias mais movimentadas da Capital, já está com quase todas as fases concluídas. A instalação de internet wi-fi no local, estrutura que exigiu aumento no aditivo destinado para as obras do Reviva Campo Grande, será um dos próximos passos na reta final para conclusão da reforma. 

A internet, que será livre e gratuita para pedestres que frequentarem a rua, tem previsão para entrar em atividade no próximo dia 29, data em que também é prevista a inauguração oficial da nova 14 de julho. A empreiteira responsável pela revitalização, Engepar, que elaborou a estrutura física subterrânea e o cabeamento necessários para a implantação da fibra ótica, precisou trabalhar em parceria com a Agência Municipal de Tecnologia e Informação (AGETEC) para que a etapa fosse executada.  

A implantação da internet de fibra ótica, em conjunto com outras etapas da obra milionária, exigiu aumento no orçamento original previsto para a realização do Reviva Campo Grande. A reforma na 14 de julho, que inicialmente estava orçada em R$58 milhões, precisou receber o aditivo de mais de R$11 milhões para que pudesse ser concluída. O acréscimo liberado pelo Banco Interamericano do Desenvolvimento (BID) levou o custo total do projeto a ultrapassar os R$60 milhões. A justificativa utilizada na época de aprovação do aditivo foi de que o valor era necessário em “decorrência da reprogramação dos quantitativos de serviços inicialmente contratados”. 

ETAPAS RESTANTES

A menos de três semanas para a data de inauguração divulgada pela Prefeitura de Campo Grande, os detalhes finais das obras estão próximos de serem concluídos. Uma das etapas de finalização é a retirada dos postes e fios, inutilizados após a instalação de fiação subterrânea no local. O trabalho de retirada dos 96 postes da rua, que está sendo executado por equipes da Energisa, foi iniciado na quarta-feira passada (6). Até o momento, foram removidos 90% do número total de postes. Além da fiação subterrânea, outros detalhes das obras foram concluídos recentemente. É o caso da pavimentação da pista de rolamento, pavimentação das calçadas, mobiliário urbano, rede elétrica e paisagismo, etapas finalizadas nas últimas semanas.  

Na terça-feira (12), equipes iniciaram a lavagem e resinagem do piso instalado ao longo da via, atuando ao longo do dia na quadra entre as ruas 7 de Setembro e 15 de Novembro. Já a instalação da sinalização ainda deve seguir nos próximos dias. Os semáforos para veículos estão completamente instalados, enquanto que os semáforos para pedestres começaram a ser colocados ontem. A pintura de sinalização horizontal é a etapa com maior porcentagem ainda a ser concluída, restando 70% de execução.

A previsão dada pela Prefeitura é de finalizar a via no dia 29 de novembro e já entregar o local decorado para o Natal. Após a conclusão dessa etapa, o município deve levar a frente de obras para as vias transversais da 14, e a previsão é começar os trabalhos em março de 2020. A nova etapa compreende o quadrilátero entre as ruas Padre João Crippa e Avenida Calógeras e as avenidas Fernando Corrêa da Costa e Mato Grosso. A obra deve seguir o padrão estabelecido na 14 de Julho para a revitalização e modernização do Centro da Capital.

Felpuda


Depois de se “leiloar” durante meses, e afirmando que estava até escolhendo o município para se candidatar a prefeito, ex-cabeça coroada não só não recebeu acenos amistosos, como também não encontrou portas abertas com tapete vermelho a esperá-lo. 

Assim, deverá pendurar as chuteiras e fazer como cardume em seu pesqueiro: nada, nada...