Clique aqui e veja as últimas notícias!

INFORME PUBLICITÁRIO

Nelson Cintra é empossado como novo presidente do CIDEMA

Cintra assume após a gestão do ex-prefeito de Jardim, Guilherme Monteiro (PSDB)
01/02/2021 08:00 - Da Redação


O prefeito do município de Porto Murtinho, Nelson Cintra (PSDB), é o novo presidente do Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento das Bacias dos Rios Miranda e Apa (Cidema). A chapa de consenso, encabeçada pelo tucano, foi confirmada na manhã desta sexta-feira (29.01), na Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul). Cintra assume após a gestão do ex-prefeito de Jardim, Guilherme Monteiro (PSDB).

Composto por 20 municípios, o consórcio tem como objetivo explorar interesses ambientais, econômicos, turísticos, industriais, prestação de serviços, entre outros. Integram o Cidema: Anastácio, Aquidauna, Antônio João, Bonito, Camapuã, Bodoquena, Corguinho, Corumbá, Ladário, Jaraguari, Jardim, Guia Lopes da Laguna, Nioaque, Maracaju, Rio Negro, Ponta Porã, Caracol, Miranda, Rochedo, Sidrolândia e Porto Murtinho.

“Tivemos uma reunião com os prefeitos do consórcio e temos certeza que a união de gestores pode ajudar muito mais, proporcionando melhor qualidade de vida à nossa população. Vamos começar do zero, usar todo potencial de trabalho junto aos parlamentares e Governo do Estado para fazer uma gestão diferenciada. Estou incumbido de fazer a diferença e tenho certeza que a melhor forma é por meio do cooperativismo”, declarou Cintra.

A chapa é composta pelos seguintes prefeitos:

Presidente:  Nelson Cintra (Porto Murtinho);

Vice Presidente: Josmail Rodrigues (Bonito);

Secretário geral:  Kazuto Horii (Bodoquena);

Conselho fiscal: Dra Clediane Clediane Areco Matzenbacher (Jardim) e Jair Scapini (Guia Lopes).

O Cidema tem como objetivo assegurar à população dos municípios consorciados condições de vida digna, democrática, com justiça social e participação popular, garantindo o pleno direito à cidadania, mediante o equilíbrio social, ambiental e cultural, o desenvolvimento tecnológico, a eficiência econômica, geração de renda e oportunidades para todo cidadão, com desenvolvimento territorial sustentável.