Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CHEIA

Nível do Rio Aquidauana passa do limite e deixa desabrigados

Duas famílias tiveram que ir para casa de parentes, diz Defesa Civil
14/05/2020 07:30 - Ricardo Campos Jr


 

O Rio Aquidauana subiu mais três metros durante a madrugada e já começou a desabrigar pessoas. Mario Ravaglia, coordenador da Defesa Civil daquele município, disse ao Correio do Estado que duas famílias deixaram suas casas e foram morar com os parentes até que a situação volte ao normal.

Somente nessa quarta-feira, choveu 142 milímetros na cidade. O nível da água cresceu rapidamente nesta semana.

“Anteontem ele estava em 2,35 metros. Daí amanheceu com 5,56 metros na quarta e hoje, com 7,18 metros”, disse Ravaglia à equipe de reportagem.

Contudo, segundo ele, não há previsão de novos temporais na região pelo menos até o dia 20. Em Corguinho e Rochedo, cabeceira do Rio Aquidauana, também não deve chover tão cedo. Isso vai fazer com que o nível baixe.

HISTÓRICO

A última vez que Aquidauana teve uma cheia de grandes proporções foi em 2018, quando o rio literalmente invadiu a cidade. Naquela ocasião, a água chegou a 11 metros.

Mais de 32 famílias tiveram que sair de casa. A saída pelo distrito de Piraputanga foi interditada, a ponte velha ficou submersa. O salão paroquial da Igreja Nossa Senhora das Dores foi usado como abrigo.

O 9° Batalhão de Engenharia de Combate Carlos Camisão, do Exército Brasileiro, montou verdadeira operação de guerra com passadeira, para auxiliar na travessia de pedestres.

 

Felpuda


Embora faltem 26 dias para as eleições, a bolsa de apostas nos meios políticos já está em alta.

Dois nomes estão sendo apontados como favoritos para disputarem o segundo turno.

Isso acontecendo, há quem garanta que um deles receberia total apoio de antiga liderança e de todo o seu grupo, que hoje estão em lados opostos.

Vai longe o tempo em que o objetivo era tão somente o bem comum...