Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COVID-19

MS confirma oito novos casos de coronavírus, maior número em 24 horas

Boletim desta segunda-feira indica 44 casos no Estado, 20 já finalizaram quarentena
30/03/2020 16:47 - Eduardo Miranda, Glaucea Vaccari


 

A Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul (SES) confirmou oito novos casos de coronavírus em Mato Grosso do Sul. Destes, sete estão em Campo Grande, e outro, em Batayporã. É o maior número de confirmações em 24 horas desde que os boletins começaram a ser divulgados. No domingo (29) já haviam sido confirmados outros seis casos.  

Agora são 44 pessoas que tiveram casos de Covid-19 no Estado. Destes, 20 já finalizaram o período de quarentena e não têm sintomas da doença causada pelo coronavírus.  

Os casos mais graves são dois, em Campo Grande e em Dourados. Conforme o secretário de Saúde, Geraldo Resende uma paciente de Dourados inspira cuidados, e um outro na Capital, requer cuidados maiores.  

Ao todo, são oito pacientes internados, sete deles em hospitais de Mato Grosso do Sul, e outro no Estado de São Paulo.  

DISTRIBUIÇÃO

Os dados da secretaria de Saúde também mostram que 52% dos pacientes são mulheres e 48% homens. Dos 51 casos, 24 têm menos de 40 anos de idade. O paciente de coronavírus do Estado com idade mais avançada é um homem de 71 anos, confirmado nesta segunda-feira (30). Ele contraiu o vírus em São Paulo e está internado. O mais jovem, é um bebê de três meses, filho de um homem de 38, que também testou positivo.  

Campo Grande é a cidade com mais casos no Estado: 36. Em seguida vem Batayporã, com três casos, sendo que todos são do mesmo círculo. Dourados tem dois casos, Ponta Porã, Sidrolândia e Rio Verde de Mato Grosso, 1.  

CASOS SUSPEITOS

A Secretaria de Saúde ainda investiga outros 51 casos no Estado, 21 deles, Campo Grande. Em Dourados são investigados outros seis casos; Três Lagoas e Nova Andradina têm quatro; Ponta Porã e Aquidauana, três; Rio Verde de Mato Grosso e Bataguassu, dois; e Naviraí, Fátima do Sul, Camapuã e Anastácio , um caso cada.  (Colaborou Suzan Benites)

 

Felpuda


Na troca de alfinetadas entre partidos que não se entenderam até agora sobre eventual aliança, uma outra peça está surgindo: trata-se do levantamento completo sobre investimentos feitos, recursos liberados, parcerias em todas as áreas, além do prazo de quando tudo isso começou. Caso os palanques venham a ficar distanciados, a divulgação será feita à exaustão durante a campanha eleitoral, para mostrar quem é quem na história. Os bombeiros continuam atuando.