Clique aqui e veja as últimas notícias!

TRÂNSITO

Número de acidentes caiu 30% no ano passado após toque de recolher

Restrição por conta da pandemia do novo coronavírus influenciou também na redução do número de mortes registradas nas ruas de Campo Grande
25/01/2021 09:30 - Beatriz Magalhães


O número de acidentes no trânsito apresentou uma diminuição de 30% em 2020, se comparado a 2019. De acordo com a chefe de Educação da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), Ivanise Rotta, o toque de recolher é um dos principais responsáveis pela baixa. A diminuição das ocorrências influenciou também na redução do número de mortes registradas no trânsito da Capital.

“A pandemia e essa questão do toque de recolher foram fatores contributivos, porque, pela lógica e pela análise dos acidentes, quanto menos pessoas circulando, menor o número de colisões”, explica Ivanise.

De acordo com o Batalhão de Polícia Militar de Trânsito (BPMTran), 8.757 acidentes foram atendidos no ano passado, enquanto em 2019 foram registrados 12.509 acidentes em Campo Grande. Essa diminuição refletiu diretamente na redução de 8,33% das mortes em ruas da Capital. 

“Embora tenha sido um ano atípico por conta da pandemia da Covid-19, no qual houve toque de recolher e isolamento social, acreditamos no bom desempenho dos militares da unidade no policiamento e na fiscalização de trânsito”, coloca o tenente-coronel Marcelo Cansanção Silveira.  

Em 2020, o mês em que menos foram registradas ocorrências no trânsito de Campo Grande foi abril. A baixa começou em março, mês em que foi decretado pela primeira vez o toque de recolher na Capital. 

“Em março, abril e maio a redução foi muito grande. Quando as ruas estão livres, as pessoas correm mais e acabam colidindo em postes, árvores, caçambas, muros. Eles perdem o controle”, afirma Ivanise Rotta quanto ao registro de acidentes durante o período.