Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

RECUPERADOS

Número de curados da Covid-19 em MS alcança casa das centenas

Das 186 pessoas contaminadas, 54% conseguiram vencer a doença
23/04/2020 11:35 - Ricardo Campos Jr


 

Com mais duas altas e sete recuperados em casa, sobe para 102 o número de curados da Covid-19 em Mato Grosso do Sul. Isso significa que 54% das pessoas que pegaram o novo coronavírus no Estado conseguiram “vencer” a doença.

Dos 11 que testaram positivo nas últimas 24 horas, dois campo-grandenses procuraram a unidade de saúde para fazer o teste depois de se isolarem por conta própria em casa ao sentirem os primeiros sintomas, entrando na lista já no campo dos que finalizaram a quarentena.

 
 

Maioria dos pacientes com a Covid-19 teve contato com outros casos confirmados. Apenas cinco foram transmissões comunitárias.

O Estado registrou ainda a sétima morte pela doença, em Três Lagoas. A idosa de 76 anos vivia no mesmo asilo em que a primeira vítima do novo coronavírus do município. Além da idade avançada, tinha outros problemas da saúde que ajudaram a agravar o estado de saúde dela.

Houve aumento expressivo na quantidade de testes aplicados em Campo Grande graças ao drive-thru do Governo Estadual. Contudo, das 567 amostras coletadas, somente 12 deram positivo para a doença.

A adjunta da Secretaria de Saúde, Christine Maymone, mostrou um gráfico durante a transmissão ao vivo pelo Facebook nesta quinta-feira (23) que aponta o achatamento da curva epidemiológica sul-mato-grossense em comparação com o avanço da Covid-19 no Brasil.

Ela reforçou a necessidade de manter o isolamento social para “continuarmos colhendo frutos dessa tendência, evitando a superlotação das nossas unidades".

Felpuda


Conversas muito, mas muito reservadas mesmo tratam de possível mudança, e não pelo desejo do “inquilino”.

Por enquanto, e em razão de ser um assunto melindroso, os colóquios estão sendo com base em metáforas.

Até quando, não se sabe, pois o que hoje é considerado tabu poderá se tornar assunto em rodinhas de conversas.

Como dizia o célebre Barão de Itararé: “Há mais coisas no ar, além dos aviões de carreira”. Só!