Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PROJETO

Obras de drenagem e asfalto no Nova Campo Grande são previstas para 2020

Moradores do bairro sofrem com alagamentos no local durante período de chuva
18/12/2019 17:28 - ALÍRIA ARISTIDES


 

Com previsão para início no segundo semestre de 2020, a Prefeitura anunciou na tarde de hoje (18) o projeto para obras de pavimentação e drenagem no bairro Nova Campo Grande, região oeste de Campo Grande. O projeto, apresentado pelo secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fioresi, deve custar R$51 milhões, valor ainda sujeito a autorização pela Caixa Econômica Federal. 

A região é famosa pelos alagamentos recorrentes durante períodos chuvosos, processo intensificado pela presença de lençol freático superficial no local.

O valor total do projeto, considerado alto quando comparado com outras obras de pavimentação e drenagem, é devido à presença do lençol freático, que exige drenagem anterior à pavimentação, o que encarece o serviço.

“Para ser feita essa pavimentação, será feita a drenagem dessa água. Ali é um serviço mais caro. Se a gente fizer um preço por metro quadrado da pavimentação ali na Nova Campo Grande, ele sai bem mais caro que em outras regiões da cidade como o Nova Lima, por exemplo”, explica Fioresi. 

Divididas em duas etapas, a execução da obra inclui 16 quilômetros de drenagem, 20 quilômetros de asfalto e 9 quilômetros de recapeamento. A revitalização da ponte sobre o córrego Imbirussu, que possui 20 metros, também faz parte do projeto. A nova estrutura sobre o curso d’água deve ligar o bairro ao Polo Oeste pela Avenida 7 e ser totalmente recapeada e terá trecho duplicado. 

Segundo perspectivas iniciais, o processo licitatório das obras deve ser disponibilizado dentro de 30 dias. 

 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!