Clique aqui e veja as últimas notícias!

OMERTÀ

Apreensão na sede da Pantanal Cap dá duro golpe no jogo do bicho de MS

Deputado foi alvo de busca e 13 pessoas foram presas até o início da tarde
02/12/2020 14:33 - Gabrielle Tavares, Rodrigo Almeida


Operação Omertà foi mais uma vez às ruas na manhã desta quarta-feira (02), cumprir 13 mandados de prisão e 17 mandados de busca e apreensão. Entre os principais alvos está o deputado Jamilson Name, alvo de uma das ordens de busca. 

De acordo com o apurado pelo Correio do Estado, até o início da tarde, 13 pessoas foram presas. Todas elas são gerentes do jogo do bicho em Campo Grande. 

Além de mirar a parte ilegal do esquema comando por Jamil Name, a operação fez buscas também na sede da empresa da família, a Pantanal Cap. 

Acompanhe as ultimas noticias do Correio do Estado

A parte legal dos negócios de Jamil, a Pantanal Cap foi fechada pelas equipes da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros (Garras) e Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). 

A Justiça também determinou que os títulos de capitalização oferecidos pela empresa sejam retirados de circulação por tempo indeterminado. 

Jamilson Name é deputado estadual e filho do que a Justiça considera ser líder do grupo de extermínio e chefe do Jogo do Bicho em Mato Grosso do Sul, Jamil Name. 

Jamil está preso na penitenciária de segurança máxima de Mossoró, no Rio Grande do Norte, e teve a prisão estendida por mais 12 meses nesta semana.

Além dele, outra integrante da família foi alvo de busca, a sobrinha de Jamilson Cíntia Name. De acordo com o advogado dela, Ricardo Souza Pereira “Cíntia não é alvo da operação, ele esteve no local de trabalho dela, mas foi embora porque não estava envolvida”.

Na sede a Pantanal Cap estavam funcionários, o apresentador Guto Dobes e os advogados da empresa.