Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PANTANAL EM CHAMAS

ONG arrecada fundos para animais resgatados das queimadas no Pantanal

ONG também está recrutando veterinários para compor a equipe de voluntários na região
03/09/2020 15:04 - Estadão Conteúdo


A AMPARA Animal criou uma campanha para arrecadar fundos para animais que estão sendo resgatados de queimadas no Pantanal, que ocorrem desde julho. 

Para se ter uma ideia, o fogo já alcançou, em apenas 15 dias, quase o dobro do número de focos de incêndio registrados em todo o mês de agosto no ano passado.

A ONG também está recrutando veterinários para compor a equipe de voluntários na região. 

A campanha Pantanal em Chamas ocorre em um site de financiamento coletivo.

O valor mínimo da doação na plataforma é de R$25, por conta das taxas bancárias e no Paypal é de R$40. 

O site de financiamento coletivo Voaa lembra ainda da possibilidade de amigos se reunirem para dividir o valor da doação.

Os recursos são destinados a compra de medicamentos, equipamentos de resgate e de uso veterinário, veículos para resgatar os animais e alimentos a serem usados pelo Posto de Atendimento Emergencial a Animais Silvestres (PAEAS Pantanal), criado pelo Comitê do Fogo, órgão colegiado que reúne diversas instituições de governo, terceiro setor e iniciativa privada.

Há quatro anos, a ONG tem um departamento específico para reabilitar animais que podem retornar à natureza chamado AMPARA Silvestre. 

A instituição também está aberta para receber voluntários que possam auxiliar nas ações em prol dos animais resgatados das queimadas.

Veterinários com especialização em animais silvestres e experiência em resgates realizados em situações adversas podem ajudar. 

É só entrar em contato com a ONG através do e-mail: contato@amparanimal.org.br e escrever "Voluntariado no Pantanal" no assunto.

 
 

Felpuda


A lista do Tribunal de Contas de MS, com nomes de gestores que tiveram reprovados os balanços financeiros de quando exerceram cargos públicos, está deixando muitos candidatos de cabeça quente.  Conforme previsto pelo Diálogo, adversários estão se utilizando de tais dados para cobrar, principalmente nas redes sociais, deixando alguns gestores na maior saia justa e tendo que se explicar. O eleitor, por enquanto, só observa. E dê-lhe!