Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

BARREIRA SANITÁRIA

Onze pessoas de outros estados entram em MS com suspeita de coronavírus

A maioria foi interceptada no Aeroporto de Campo Grande
04/04/2020 10:53 - Izabela Jornada


 

Mais de 36% das pessoas que vieram de outros estados para o Mato Grosso do Sul estão vindo dos estados com o maior índice de casos positivos para coronavírus: São Paulo e Rio de Janeiro. Dados divulgados pela Comissão de Controle Sanitário de Mato Grosso do Sul (CCS/MS) apontam que 54,5% das pessoas com suspeita de terem contraído a Covid-19 foram interceptadas no Aeroporto Internacional de Campo Grande. 

São ao todo 17 barreiras implantadas, sendo elas instaladas nas cidades que fazem divisa com outros estados e a do aeroporto. Mais de oito mil pessoas foram abordadas até o momento e 11 casos estão sendo monitorados, sendo seis interceptados no aeroporto.

Com o Posto de Corumbá, que recebeu 436 repatriados e mais as unidades do Ceasa e Guia Lopes da Laguna, que contam com o apoio de servidores do Iagro, o Estado conta com 17 barreiras sanitárias em operação.

O controle de trânsito de pessoas entre o Mato Grosso do Sul com Minas Gerais, Mato Grosso, Goiás, São Paulo e Paraná está muito mais rigoroso desde esta sexta-feira (3).

Os postos fiscais de recolhimento do ICMS da Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda), são os lugares onde as barreiras foram montadas, além do Aeroporto Internacional de Campo Grande.

Pelas rodovias, o Posto Fiscal XV de Novembro, localizado na BR-267, no município de Bataguassu, divisa com Estado de São Paulo, se tornou o posto com mais abordagens sendo 2.077 ações. O Posto Fiscal Jupiá, em Três Lagoas, vem em segundo lugar, com 809 pessoas abordadas; Posto Fiscal Ilha Grande, em Mundo Novo, com 574 pessoas. Posto Fiscal Itamarati, em Aparecida do Taboado, com 213, Posto Fiscal Alencastro, no município de Paranaíba com 145; Base de Fiscalização Móvel Aporé, em Cassilândia com 138. As demais unidades totalizam 132 abordagens. A barreira do Aeroporto Internacional de Campo Grande registra 815 abordagens e no Ceasa, equipes descontaminam os caminhões que chegam de outros estados.

Ao todo, 2.817 meios de transportes foram abordados. Carros são a maioria e somam 1.997 veículos. Na lista ainda entram caminhões (665), motocicletas (88), ônibus (33), vans (13), bicicletas (três) e até um veículo de tração animal (um). Na lista ainda estão ainda 13 aeronaves.

CASOS CONFIRMADOS 

Em Mato Grosso do sul 62 casos foram confirmados na manhã deste sábado (4) pela Secretária Estadual de Saúde (SES) e um óbito foi registrado.

No estado de São Paulo, 219 mortes foram registradas decorrente da Covid-19; casos confirmados quadruplicam e chegam a 4.048. No Rio de Janeiro sobe para 47 o número de mortes por coronavírus, e casos de contágio passam de 1 mil.

 

Felpuda


Na troca de alfinetadas entre partidos que não se entenderam até agora sobre eventual aliança, uma outra peça está surgindo: trata-se do levantamento completo sobre investimentos feitos, recursos liberados, parcerias em todas as áreas, além do prazo de quando tudo isso começou. Caso os palanques venham a ficar distanciados, a divulgação será feita à exaustão durante a campanha eleitoral, para mostrar quem é quem na história. Os bombeiros continuam atuando.