Clique aqui e veja as últimas notícias!

BLOQUEIO

Operação Enterprise mira verdadeiro cartel de drogas em MS e mais oito estados

Em nota a Polícia Federal afirma que devem ser bloqueados mais de R$ 400 milhões em bens
23/11/2020 08:35 - Rodrigo Almeida


O dia começou movimentado para agentes da Polícia Federal nesta segunda-feira (22). A organização deflagrou a maior operação do ano contra lavagem de dinheiro do tráfico internacional de drogas. Foram sequestrados mais de 400 milhões de reais de uma quadrilha especializada em envio de cocaína para a Europa.

Segundo nota oficial à imprensa, forma cumpridos 66 mandados de prisão e 149 de mandados de busca em nove estados diferentes incluindo o Mato Grosso do Sul por 670 agentes e 30 servidores.

Além de cumprimento de ordens judicias no Brasil, a operação Enterprise também conta com cooperação da Interpol para prosseguimento de ordens internacionais para a captura de alvos radicados no exterior.

De acordo com o comunicado da PF, “o esquema utilizado pelos criminosos consistia na lavagem de bens e ativos multimilionários no Brasil e no exterior com uso de várias interpostas pessoas (“laranjas”) e empresas fictícias, a fim de dar aparência lícita ao lucro do tráfico”.

Ação foi em conjunto com a Receita Federal, porque o tráfico de drogas atualmente está entranhado na elite brasileira e a descapitalização patrimonial é a melhor arma para combater quadrilhas de porte tão grande como essa.

Operação Enterprise se destaca ainda por ser a maior da história em apreensão de cocaína, pois durante a investigação foram anteriormente apreendidas 50 toneladas da droga nos portos do Brasil, da Europa e da África.

Deflagrada no Paraná, ações da PF foram coordenadas em Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso, Pará, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Bahia e Pernambuco. Ainda segundo a nota, será transmitida uma coletiva de imprensa online às 9h desta segunda.