Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CRIMES NO AR

Operação Ícaro combate crimes aeronáuticos em diversas cidades de Mato Grosso do Sul

Equipes cumprem mandados de busca e apreensão e apreendem quatro aeronaves irregulares
04/09/2020 15:03 - Da Redação


A Polícia Civil desencadeou mais uma fase da Operação Ícaro, voltada a repressão qualificada de crimes aeronáuticos e investigação de crimes Aéreos. Quatro aeronaves irregulares foram apreendidas durante esta semana. 

Por meio do Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco), em parceria com a equipe de servidores da Agência Nacional de Aviação (ANAC). 

Desde terça-feira (1º), as equipes estão cumprindo mandados de busca e apreensão, no interior do estado e também na Capital. 

Em uma das operações, foram feitas apreensões simultâneas em uma oficina aeronáutica do setor de hélices em São Gabriel do Oeste e em outra oficina no município de São Gabriel, no Rio Grande do Sul. 

Em São Gabriel do Oeste ainda foi apreendida uma aeronave com indícios de manutenção irregular e documentação falsa, informa a assessoria. 

A operação prosseguiu em Aquidauana, onde foram suspensas e apreendidas duas aeronaves por irregularidades que atentavam a segurança de voo. 

Além de outros crimes correlatos, uma delas estava com bateria veicular instalada e outra com tanque de combustível extraído sem registros de que fora feita por profissional habilitado.

Ainda foi apreendida uma quarta aeronave que era usada para instrução no aeroclube de Aquidauana, em uma oficina em Campo Grande. 

De acordo com a Delegada Titular do Dracco, Ana Cláudia Medina, os trabalhos estão sendo realizados até esta sexta-feira, 4, pela equipe especializada de policiais civis.

Segundo nota à imprensa da operação, a equipe Dracco precisou interromper o planejamento inicial para atendimento de acidente aeronáutico nas proximidades do aeroporto Santa Maria, nesta quinta-feira (3), em Campo Grande.

Uma aeronave com dois ocupantes e carga com destino a uma fazenda na região de Corumbá acabou se acidentando logo após a decolagem. A aeronave sofreu diversas avarias, porém os passageiros não sofreram lesões.

 
 

Felpuda


A lista do Tribunal de Contas de MS, com nomes de gestores que tiveram reprovados os balanços financeiros de quando exerceram cargos públicos, está deixando muitos candidatos de cabeça quente.  Conforme previsto pelo Diálogo, adversários estão se utilizando de tais dados para cobrar, principalmente nas redes sociais, deixando alguns gestores na maior saia justa e tendo que se explicar. O eleitor, por enquanto, só observa. E dê-lhe!