Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

INSUPORTÁVEL

Com sol de rachar, temperaturas devem ficar nas alturas e outubro será o mês mais quente

Com sensação térmica beirando os 50º vendedores de água de coco comemoram vendas
02/10/2020 11:28 - Carol Alencar Cozzatti


O sol está de rachar. O ditado popular nunca esteve tão presente nas expressões mais usadas pelo campo-grandenses. Com elevadas temperaturas e baixos índices de umidade relativa do ar, outubro tende a ser o mês mais quente do ano em Mato Grosso do Sul.

Já no primeiro dia o mês, Campo Grande registrou máxima de  40,7°C, com sensação térmica de 47°C. No estado a sensação térmica foi de 54º. 

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia - Inmet, a cidade de Coxim, distantes 258 km da capital, registrou a temperatura mais alta do país, com 44,4º.

Segundo o meteorologista Natálio Abraão, da Uniderp, ainda teremos uns dez dias de calor pela frente. “Lá pelo dia 12 de outubro que podemos sentir uma mudança, por conta de um bloqueio que está previsto para o dia onze, que trará ventos e nuvens mudando um pouco o clima da nossa região”, comentou.

 

 
 

Comércio refrescante

Calor pede refresco e se for natural, melhor ainda. Há 20 anos vendendo água de coco em um dos pontos mais movimentados para esporte e lazer no centro, Seo Antonio de Almeida, 50 anos conta que logo depois de reaberto, o Belmar Fidalgo, as vendas duplicaram. “Antes da pandemia nosso máximo era de 70 a 75 cocos por dia, agora estamos tendo uma média de 140 vendas de coco por dia, tá muito bom para a gente”, conta.

Já no centro da cidade, Nildo Paiva, 55 anos, que também vende água de coco e água natural, contou que o movimento fica melhor no período da tarde. “A tarde fica mais abafado e vendo mais água gelada pra quem passa pela calçada”.

Fim de semana

O fim de semana será também de muito calor, poucas nuvens e névoa seca na Capital. A previsão é de 40º para máxima e mínima de 24º. A sensação térmica continua por volta dos 50º.

A dica para amenizar a onda quente que assola a todos, uma boa hidratação garante um pouco de alívio no clima. “Muita água, janelas abertas, roupas claras e umidificador para aliviar quem sofre com a alta temperatura são alguns dos padrões recomendados”, orienta o meteorologista Natálio Abraão.

 
 

Felpuda


Como era de se esperar, as pesquisas mexeram nos ânimos de candidatos, principalmente daqueles que apareceram com índices pífios.

E assim, muitos deles certamente darão novo rumo às suas campanhas eleitorais.

A maioria, é claro, tenta mostrar otimismo, e o que mais se ouve por aí é que “agora o momento será de virada”.

Como disse atento e irônico observador: “Tem gente por aí que poderá virar, sim. Mas virar gozação!”. Ui...