Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DADOS

MS soma 22 pontos e sobe para 5º lugar em ranking de transparência na pandemia

Entidade avaliou site sobre compras emergenciais e demais páginas do governo
07/09/2020 08:39 - Adriel Mattos


Mato Grosso do Sul somou 22 pontos e subiu para a 5ª colocação no Ranking da Transparência no Combate à Covid-19, da organização não-governamental (ONG) Transparência Internacional.

A entidade avalia portais de transparência de todo o país e adotou critérios mais rigorosos, anunciando inclusive que passará a acompanhar também doações, programas de estímulo econômico e medidas de proteção social.

São analisados os portais especiais de transparência na pandemia, o site do governo local, o Portal da Transparência estadual, o site dedicado à pandemia, Portal de Compras Emergenciais e as redes sociais.

 
 

O Estado conta com uma página especial para compras e outras com informações sobre a Covid-19. O controlador-geral do Estado, Carlos Girão, destacou que Mato Grosso do Sul está a um ponto da nota máxima, que é 100.

“Em primeiro lugar creio que é o reconhecimento a todo o esforço que o Estado teve para atender os requisitos considerados ideais pela Transparência Internacional na promoção da transparência com os gastos dos recursos destinados ao combate à Covid-19”, afirmou.

Girão evidencia os critérios adotados pela instituição. “A metodologia é dinâmica, isso quer dizer que a cada avaliação são analisados novos requisitos”, frisou.

Para a secretária de estado de Administração e Desburocratização, Ana Carolina Nardes, o trabalho divulgado no Portal de Compras foi melhorando e otimizando a divulgação dos dados.  

“O avanço de Mato Grosso do Sul no levantamento demonstra uma relação entre Governo e sociedade mais transparente e participativa. É também, sinônimo de muito trabalho das equipes envolvidas”, argumentou.

No levantamento anterior, realizado no mês de julho, o Estado somou 77 pontos, ficando na 22ª posição.

 

Felpuda


Depois de se “leiloar” durante meses, e afirmando que estava até escolhendo o município para se candidatar a prefeito, ex-cabeça coroada não só não recebeu acenos amistosos, como também não encontrou portas abertas com tapete vermelho a esperá-lo. 

Assim, deverá pendurar as chuteiras e fazer como cardume em seu pesqueiro: nada, nada...