Clique aqui e veja as últimas notícias!

CORONAVÍRUS EM CAMPO GRANDE

Para combater pandemia, prefeitura gasta R$ 37,2 milhões sem licitação

Desde abril, quando foi reconhecida calamidade pública na Capital, administração realiza compras emergenciais
12/07/2020 09:50 - Adriel Mattos


Em mais de três meses de combate à pandemia de Covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus), a prefeitura de Campo Grande já gastou R$ 37,2 milhões, segundo dados do Portal da Transparência. Além de compras emergenciais para saúde, a administração estadual fez aquisições sem licitação para atender demandas da crise causada pela pandemia.

Porém, a divulgação desses dados foi confusa, o que levou a avaliações negativas por organizações não-governamentais (ONGs) até o mês passado. No dia 6 de junho, a prefeitura oficializou o lançamento de um site exclusivo para apresentar os gastos da pandemia para reverter a situação.  

No balanço divulgado pela Transparência Internacional, no fim de maio, Campo Grande aparecia na 12ª posição, com nota 46,8. Considerada regular, a prefeitura perdeu pontos por não ter site específico, por exemplo. Na época, a divulgação dos processos era feita no Portal da Transparência, que inclui todos os demonstrativos de receitas e despesas municipais.

Já na atualização de junho, a Capital subiu seis posições e conquistou a nota 84,8, na 6ª colocação, à frente até mesmo de São Paulo (SP) e Rio de Janeiro (RJ).