Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

REABERTURA

Após sete meses como Polo da Covid, Parque Ayrton Senna reabre para o público

Estadual de atletismo é o primeiro evento esportivo e acontece neste sábado
16/10/2020 15:59 - Da Redação


Por cerca de sete meses, o Parque Ayrton Senna foi o Polo de combate à Covid-19 em Mato Grosso do Sul, mas a partir deste final de semana, o espaço volta a abrir para o público.

De acordo com o comunicado à imprensa, foi feito um trabalho de desinfecção no local nessa quinta-feira (15) no qual forma usados 12 mil litros de hipoclorito de sódio em uma solução usada em higienização de ambientes.

Seguindo a normas de biossegurança, o parque reabre neste sábado (17) com capacidade de até 30% de lotação. Os horários para visitação para este fim de semana será das 13h às 17h e domingo das 7h30 às 11h. Voltando ao horário normal na segunda-feira (19) das 6h às 22h.

Além dos portões abertos, é possível matar a saudade de competições esportivas com a realização do Estadual de Atletismo. Em dois períodos serão realizadas provas das 14h às 16 horas, no sábado, e das 8h às 10 horas, no domingo, na pista internacional de atletismo. 

Nessa terça-feira (13) a Prefeitura anunciou a retomada dos eventos esportivos na cidade e os clubes que disputam o campeonato sul-mato-grossense se reuniram para acertar detalhes da continuidade do certame. 

O parque entra na fase de retomada mais tardia da reabertura das atividades socioeconômicas por serem ocais com alto risco de transmissão. Para entrar ao local, cada pessoa deve usar máscara na entrada, passar por aferição de temperatura, e fazer higienização das mãos.

 
 

Felpuda


Questão de família acabou descambando para o lado da política, e a confusão já é do conhecimento público. 

A queda de braço tem como foco a troca de apoio político que, de um, foi para outro. Sem contar as ameaças de denúncia da figura central do imbróglio. 

A continuar assim, há quem diga que nenhum dos dois candidatos a vereador envolvidos na história conseguirá ser eleito. Barraco é pouco!