Clique aqui e veja as últimas notícias!

RECUPERAÇÃO

Pastor Dinho se recupera da Covid-19 e tem alta do hospital depois de 50 dias

Líder religioso estava internado na CTI e era defensor da cloroquina, remédio que dizia tê-lo curado
14/10/2020 18:15 - Da Redação


Depois de 50 dias internado, Gladiston Amorim, o Pastor Dinho, como é conhecido, superou a Covid-19 e saiu do hospital na tarde desta quarta-feira (14).

O pastor da igreja Atos de Justiça era um dos principais defensores da hidroxicloroquina. Quando foi infectado pela doença, disse que o remédio polêmico o salvara.

Apesar da fé demonstrada no fármaco, o líder religioso foi internado em 23 de agosto em Centro de Terapia Intensiva do Hospital Regional, em Campo Grande.

Pastor Dinho é o titular da igreja frequentada pelo Prefeito Marcos Trad (PSD). Na época da infecção, ele ganhou notoriedade por postar um vídeo nas redes sociais agradecendo por ter pego Covid-19.

Na época, ele disse que era uma ótima chance de “conhecer melhor a doença e poder levar informação para as pessoas que não a conheciam”.

Na mesma gravação, ele defendeu o remédio que compôs o kit profilático do Covid-19 distribuído pela prefeitura de Campo Grande e que as pessoas morreriam se não tivessem acesso a tratamentos precoces.

Antes de ser internado, o pastor disse que estava recendo orientações de um médico de Fortaleza, de um hospital de referência e que as pessoas deveriam tomar cuidado com oq eu viam na mídia. 

Ele culpava a polarização ideológica feita pela imprensa da pandemia, a insistência no isolamento e o fato de negar o que ele considerava ser o tratamento precoce "desinfomava e prestava desserviço à sociedade". 

Com esse discurso, Pastor Dinho dizia ter compromisso com a verdade e não nenhum intenção em ser politicamente coreto.