Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DESCUMPRIMENTO DE DECRETO

Pastor se nega a encerrar culto lotado com fiéis aglomerados: "Quem manda aqui é Deus"

Fieis também não quiseram ir embora para casa e se ajoelharam em oração, alguns até rolaram no chão
31/07/2020 16:28 - Glaucea Vaccari


Um pastor de 50 anos desacatou equipes de fiscalização e se recusou a encerrar um culto que tinha aglomeração de pessoas e não respeitava medidas de biossegurança, na noite desta quinta-feira (30) em Campo Grande.

“O covid não existe, quem manda aqui é Deus, e não promotor, prefeito ou governador”, disse o pastor.

Vídeo divulgado nas redes sociais mostra que o culto continua mesmo após a chegada dos fiscais e da Guarda Municipal, com fieis ajoelhados e orando na direção das equipes. (Veja o vídeo abaixo).

Durante fiscalização do cumprimento de decreto municipal em enfrentamento à covid-19, fiscais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana (Semadur) e promotor de Justiça do Ministério Público Estadual se depararam com um grupo de pessoas em frente a igreja Pai, Filho e Espírito Santo, no Jardim Centro Oeste.

A primeira irregularidade constatada é que a igreja estava aberta após o toque de recolher, que permite o funcionamento dos estabelecimentos até às 20h.

Além disso, as pessoas não estavam usando máscaras e estavam aglomeradas, com a igreja lotada de fieis, acima do limite de capacidade até 30% que determina o decreto.

Também havia a presença de muitas crianças.

Equipes orientaram o pastor a encerrar o culto e pedir para que as pessoas fossem para casa, mas ele se negou e desacatou os fiscais, chamando-os de corruptos, ladrões e assaltantes que só querem dinheiro.

Foi solicitado apoio da Guarda Municipal e foi lavrado auto de infração, que o pastor também se recusou e assinar e ainda rasgou a via dele. 

Ele continuou o culto, desta vez direcionado para o lado de fora da igreja, onde estavam guardas e fiscais. 

Conforme boletim de ocorrência, como havia a presença de muitas crianças no local, não foi possível realizar a prisão em flagrante, mas boletim de ocorrência foi registrado por desacato, desobediência e infração de medida sanitária preventiva.

Restrições

Até hoje, o toque de recolher em Campo Grande é das 20h às 5h e os estabelecimentos podem funcionar com até 30% da capacidade, incluindo as igrejas, e com medidas de biossegurança, com distanciamento entre fieis, uso de máscara facial e disponibilidade de álcool em gel.

A partir do dia 1º de agosto, o toque de recolher passa para das 21h às 5h, com lotação de 50% nos estabelecimentos.

 
Pastor brada: “aqui é a casa de Deus”, enquanto fiel, rola no chão - Whats App Correio do Estado
 
Pastor se nega a encerrar culto lotado: "Quem manda aqui é Deus" - Reprodução WhatsApp
 
 

Felpuda


Embora embalada por vários “ex”, pré-candidatura a prefeito de esforçada figura não deslancha. É claro que ninguém ousa falar em voz alta que o apoio, em vez de alavancar os índices com o eleitorado, está é puxando para baixo. Uns dizem que o título do filme “Eu Sei O Que Vocês Fizeram no Verão Passado” retrata bem a situação. Outros complementam: “... na primavera, no outono, no inverno...”. Como diria vovó: “Aqui você planta, aqui você colhe!”.