Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SOLIDARIEDADE

Pediatras fazem força-tarefa para arrecadar materiais e remédios

Grupo de médicos quer se antecipar a falta de materiais que pode ser causada por pandemia
22/03/2020 16:38 - Súzan Benites


Um grupo de pediatras de Mato Grosso do Sul estão arrecadando equipamentos de proteção, material de higiene e medicamentos para atender crianças do Estado. Em apelo enviado por meio das redes sociais eles dizem que estão preocupados com o cenário. Os médicos relataram ao Correio do Estado que a ação é uma antecipação.

“Em meio a um cenário da pandemia do Coronavírus e ainda os muitos casos de dengue, surtos de influenza A e às vésperas da incidência de Bronquiolite um grupo de pediatras de Mato Grosso do Sul decidiu criar uma força-tarefa para consegui suprir de materiais e medicações. A previsão é de que muitos itens faltem para que as crianças sul-mato-grossenses possam ser atendidas com segurança nas próximas semanas”, explica a nota do grupo.

De acordo com o pediatra que faz parte do grupo, mas preferiu não se identificar, a ideia inicialmente foi devido à necessidade de espaçadores e medicação inalatória para as crianças. “Atualmente, o mais comum é utilizar nebulizações, mas é um mecanismo que pode espalhar o coronavírus. Sabendo das deficiências no sistema de saúde do estado e apesar dos esforços das autoridades para resolver, decidimos agir por achar que não haverá tempo hábil contra a pandemia. Os pediatras de todo o estado, em uma iniciativa apolítica e não governamental, se uniram para ajudar e como a adesão foi maior do que imaginávamos, ampliamos as solicitações para outros recursos essenciais”, explicou.

Os médicos lembram ainda que também estão em situação de risco e pedem a doação de itens como espaçador infantil plástico; sabutalmol spray; álcool 70%; equipamentos de proteção: óculos, luvas de procedimento tamanhos P M G, máscaras N95 e cirúrgicas, capotes e toucas descartáveis; aviamentos como linha para TNT, tricoline e napa; elástico tipo cordão de 205mm; e tecidos: TNT gramatura 80, tricoline e napa.

Os locais definidos para que os materiais sejam coletados estão espalhados por nove municípios do Estado: Campo Grande, Dourados, Três Lagoas, Maracaju, Costa Rica,Nova Andradina, Paranaíba, Ivinhema e Rio Brilhante. 

Em Campo Grande as doações podem ser feitas na Clínica Nascitá (7h às 18 horas); Valley Pub (7h às 19h); Nova Saúde (8h às18h); MS Diagnósticos (7h às 19 h); e Associação Médica de Mato Grosso do Sul (de segunda a sábado até as 22h30 e domingo até as 18h).

As doações serão inicialmente destinadas às pediatrias de todo o Estado e posteriormente entregue ao hospital regional. Para mais informações entre em contato pelo e-mail: pediatrasdoms@gmail.com.

Felpuda


Nos bastidores, há quem garanta que a única salvação, de quem está com a corda no pescoço, é ele aceitar ser candidato a vice-prefeito em chapa de novato no partido. Vale dizer que isso nunca teria passado por sua cabeça, uma vez que foi eleito com, digamos, “caminhão de votos”. Se aceitar a imposição, pisaria na tábua de salvação; se recusar, poderá perder o mandato. Ah, o poder!