Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPO GRANDE

Peixaria é autuada por vender produto vencido há mais de um ano

Produtos foram encontrados com embalagens violadas e sem validade informada
17/04/2019 07:50 - BRUNA AQUINO


 

Peixaria localizada na Rua Trindade, Vila Progresso, foi autuada por equipes de fiscalização da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon), ontem (16), após receberem denúncia de consumidores. Após vistorias no local foram constatadas várias irregularidades. O estabelecimento estava com Alvará de Funcionamento e Localização vencido dede novembro do ano passado.

Segundo informações repassadas pelo Procon, entre os problemas registrados produtos expostos à venda com prazo de validade vencida, um dos quais há mais de um ano, outros com embalagens violadas ou, ainda, sem especificação ou informação de procedência, validade e peso.

A causa da denúncia foi a inexistência de informações sobre o peso dos produtos na placa de divulgação afixada na fachada da peixaria. À partir daí, a fiscalização do Procon Estadual desenvolveu a diligência constatando as outras irregularidades. Entre os produtos com validade expirada foram encontradas oito quilos de postas de cação, vencidos no dia dois deste mês; uma embalagem de banda de pacu sem espinha, pesando 490 gramas, vencido no dia 21 de março de 2 018. Ambos os produtos foram embalados pela própria empresa.

Com embalagens violadas, estavam expostos a venda postas de pintado, tentáculos de polvo e carcaça de peixes. Já, expostas à venda sem informação ou com informação ilegível foram encontrados tentáculos de polvo, bandas de pacu, lulas além de outros produtos como gergelim branco e gergelim preto.

Ainda conforme o Procon, todos os produtos impróprios para o consumo foram descartados na presença da fiscalização e de funcionários da peixaria, tendo sido expedido auto de infração e dado prazo para defesa dos responsáveis pelo estabelecimento comercial.

*Com informações da assessoria

Felpuda


A lista do Tribunal  de Contas de MS,  com nomes de gestores que tiveram reprovados os balanços financeiros  de quando exerceram cargos públicos,  está deixando  muitos candidatos de cabeça quente.  Conforme previsto  pelo Diálogo, adversários estão se utilizando de tais dados para cobrar, principalmente nas redes sociais, deixando alguns gestores na maior saia justa e tendo que se explicar. O eleitor, por enquanto, só observa. E dê-lhe!