Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CRIME ORGANIZADO

Polícia Federal prende contador do PCC na fronteira

Era foragido da Operação Cravada, deflagrada em 2019
26/06/2020 12:40 - Gabrielle Tavares


 

A Polícia Federal prendeu na manhã de ontem (25), em Ponta Porã, um criminoso foragido da “Operação Cravada”, que aconteceu em agosto de 2019 e que desarticulou o núcleo Financeiro do PCC.

O suspeito era um dos líderes do grupo e agia como o tesoureiro da quadrilha, decidia para onde os valores arrecadados nacionalmente pela quadrilha seriam destinados. O método que usava ficou conhecido como "Rifa".

Além do cumprimento do mandado de prisão preventiva, que estava em aberto, o foragido também foi preso em flagrante por porte ilegal de arma. Participaram da ação policiais federais de Cascavel-PR, Naviraí e Ponta Porã.

Operação Cravada

Foi uma ação em agosto de 2019 para desarticular o núcleo financeiro da organização criminosa responsável pelo recolhimento, gerenciamento e emprego de valores para financiamento de crimes nos estados do Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Acre, Roraima, Pernambuco e Minas Gerais.

A Operação cumpriu 55 mandados de busca e apreensão, além de 30 mandados de prisão, expedidos pela Vara Criminal de Piraquara (PR), em municípios dos estados em que a organização atuava.

As investigações começaram no início do ano passado. Foram identificadas e bloqueadas mais de 400 contas bancárias suspeitas, que teriam os valores revertidos para aquisição de armas de fogo e entorpecentes.

 

Felpuda


A lista do Tribunal de Contas de MS, com nomes de gestores que tiveram reprovados os balanços financeiros de quando exerceram cargos públicos, está deixando muitos candidatos de cabeça quente.  Conforme previsto pelo Diálogo, adversários estão se utilizando de tais dados para cobrar, principalmente nas redes sociais, deixando alguns gestores na maior saia justa e tendo que se explicar. O eleitor, por enquanto, só observa. E dê-lhe!