Cidades

Eldorado

Polícia prende dupla acusada de 'pistolagem'

Polícia prende dupla acusada de 'pistolagem'

da redação

15/07/2011 - 15h42
Continue lendo...

Uma operação desencadeada pelas polícias Civil e Militar, com apoio de uma equipe do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) resultou na prisão, na noite de ontem (14) de dois homens, ambos com passagem pela polícia, acusados de praticar “pistolagem”, ou seja, matar por dinheiro, em Eldorado, no extremo sul do Estado, em Mato Grosso do Sul.

Ao ser presa, a dupla teria confessado o assassinato do filho de um policial militar aposentado, Júnior Alves Andrade, de 18 anos, crime ocorrido em junho deste ano em Eldorado, e um deles teria oferecido mais R$ 4 mil reais ao outro para matar também o pai do rapaz, foi quando a “tramóia” foi descoberta e a dupla foi presa.

A prisão

Segundo a polícia, a prisão dos acusados aconteceu quando um deles, José Renato Falkimbak, de 25 anos, montou uma emboscada para atrair o policial militar aposentando, alegando ter informações sobre quem seria o assassino de seu filho.

O encontro teria sido marcado para a noite de ontem às margens do Rio Iguatemi, próximo à cidade de Eldorado. Quando chegava ao local combinado, José Renato acabou se atrapalhando e caindo com a motocicleta que conduzia, foi quando o policial aposentado, que estava à espera no local em companhia de outra pessoa, notou que o rapaz estava armado com um revólver calibre 38 e acabou imobilizando o suposto informante.

Encaminhado pelo próprio policial aposentado até a sede da Polícia Militar em Eldorado, José Renato confessou toda a trama.

Segundo a polícia, o rapaz confirmou ter participado do assassinato do filho do policial em companhia de outro indivíduo, Mauricio Gomes de Almeida, o “Léo”, de 36 anos, e que “Léo” teria lhe oferecido R$ 4 mil reais para matar também o policial aposentado.

Segundo relatou José Renato Falkimbak à polícia, quem executou Junior Andrade foi Mauricio Gomes, o “Léo” e ele, José Renato, conduziu a moto usada para cometer o crime.

Falkimbak disse ainda que o revólver calibre 38 que havia sido apreendido em seu poder seria a arma usada para matar o jovem no mês passado.

Diante de todas as informações, uma operação policial envolvendo policiais militares e civis de Eldorado, com apoio de uma equipe do DOF, foi montada em frente à residência de Mauricio Gomes, o “Léo”, que em primeiro momento teria relutado em abrir a porta, mas depois acabou cedendo e franqueando a entrada dos policiais na casa.

Com autorização de Léo os policiais realizaram uma vistoria geral no interior da residência e encontraram uma espingarda calibre 12, que segundo ele teria sido comprada no Paraguai, cinco cartuchos intactos do mesmo calibre e quatro munições calibre 38 intactas.

Léo confessou o assassinato

Ao receber voz de prisão, Mauricio Gomes, o “Léo” teria confessado aos policiais que de fato teria participado do assassinato do filho do policial militar, mas quem havia realizado a execução seria José Renato Falkimbak.

Segundo Léo, que de acordo com a polícia já tem passagem por assalto a mão armada no estado de São Paulo, após matarem Júnior Alves Andrade, no dia 22 de junho, ele teria deixado Falkimbak no centro da cidade, em Eldorado e seguido para sua casa levando a arma do crime.

Nesta quinta-feira José Renato Falkimbak, que segundo a polícia também já tem passagem por tráfico de drogas, teria ido até sua casa e pegado o revólver.

Léo, que nega ter oferecido os R$ 4 mil reais para Falkimbak matar o pai do rapaz que a dupla havia assassinado, disse não “saber quem José Falkimbak iria matar”, mas desconfiava que fosse o policial aposentado.

Diante de toda a situação, Mauricio Gomes, o “Léo” e José Renato Falkimbak foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Eldorado para serem autuados em flagrante pelos crimes de porte e posse ilegal de arma.

De acordo com a Polícia Civil local, por conta da confissão sobre o assassinato, o delegado responsável pelo caso também deverá representar pela prisão preventiva da dupla.

A polícia vai investigar se a dupla presa tem envolvimento em outros crimes de execução de pessoas ocorridos em Eldorado nos últimos tempos.

(Com informações da Gazeta News)

FERIADÃO

Corpus Christi movimentará 25 mil pessoas na rodoviária de Campo Grande

Destinos mais procurados são Corumbá, Cuiabá, Brasília, Dourados, Ponta Porã, São Paulo e Rio de Janeiro

23/05/2024 12h00

Passageiros no Terminal Rodoviário de Campo Grande

Passageiros no Terminal Rodoviário de Campo Grande ARQUIVO/CORREIO DO ESTADO

Continue Lendo...

Corpus Christi, feriado religioso, será comemorado na próxima quinta-feira (30) em todo o Brasil.

Órgãos e repartições públicas municipais e estaduais decretaram ponto facultativo e emendaram a folga de quinta-feira (30) a domingo (2).

Portanto, quem tem oportunidade e disponibilidade, não perde tempo para curtir o feriadão em outra cidade.

Com isso, o movimento promete ser intenso no Terminal Rodoviário de Campo Grande neste feriado.

De acordo com a concessionária que administra o terminal, a expectativa é que 25 mil pessoas embarquem e desembarquem no local entre quarta-feira (29) e segunda-feira (3).

Entre quarta (29) e quinta-feira (30), 5 mil pessoas devem passar pelo terminal. Os destinos mais procurados são Corumbá, Cuiabá, Brasília, Dourados, Ponta Porã, São Paulo e Rio de Janeiro

ORIENTAÇÕES

A empresa que administra a Rodoviária da Capital orienta que o passageiro:

  • Apresente documento oficial com foto no momento de embarque, mesmo que seja criança;
  • Chegue com 1 hora de antecedência do horário do embarque;
  • Obedeça o limite de bagagem: 30kg por pessoa no bagageiro e 5kg de bagagem de mão;
  • Remarcação e reembolso de passagens são feitos com até 3 horas de antecedência, diretamente com a empresa de ônibus;
  • Crianças e adolescentes menores de 16 anos devem estar acompanhados dos pais ou responsáveis. Caso viajem desacompanhados ou com terceiros, precisam de autorização.

CÃO DÓCIL

'Morador' do Parque dos Poderes, cachorro mascote é atropelado e servidores pedem ajuda

Mago, cãozinho dócil e querido, foi adotado pelos servidores da TV Educativa e desde então se tornou o xodó da instituição

23/05/2024 11h15

Mago, o cachorro sem dono que conquistou o coração dos servidores do Parque dos Poderes

Mago, o cachorro sem dono que conquistou o coração dos servidores do Parque dos Poderes DIVULGAÇÃO

Continue Lendo...

Mago, cachorro dócil, sem dono, “morador” e mascote do Parque dos Poderes, foi atropelado por um carro, nesta terça-feira (21), em frente ao Palácio das Comunicações, localizado na avenida Desembargador Leão Neto do Carmo, número 710, em Campo Grande. O motorista fugiu sem prestar socorro.

Mago foi socorrido por um servidor e levado para uma clínica veterinária da região. O laudo aponta que o cão sofreu perfuração do baço e uma fratura na coluna.

A cirurgia para retirada do baço foi realizada na tarde desta quarta-feira (22) e a da coluna está prevista para esta quinta-feira (23).

Os gastos giram em torno de R$ 7 mil e servidores pedem ajuda para arcar com os custos. Veja os dados do pix:

CNPJ: 19.682.667/0001-40

Nome: Josemir Constantino Bispo

MAGO, O CACHORRO SEM DONO QUE CONQUISTOU O CORAÇÃO DOS SERVIDORES DO PARQUE DOS PODERES

Mago, cãozinho dócil e querido, foi adotado pelos servidores da TV Educativa em novembro de 2023, quando apareceu “do nada” na instituição.

A partir de então, ele foi adotado e acolhido com comida, água e um lar improvisado. Em pouco tempo, se tornou o xodó dos funcionários e o “queridinho” da instituição. Os servidores colocaram o nome dele de “Mago”.

Com o seu jeito manhoso e brincalhão, logo conquistou o coração e o mimo de todos no Parque dos Poderes.

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).