Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPO GRANDE

Postos de saúde recebem oxímetros e medicamentos do kit Covid em Campo Grande

Prefeito garantiu que equipamentos e medicamentos estão disponíveis nas 141 unidades de saúde da Capital
03/08/2020 13:28 - Glaucea Vaccari


Prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (PSD) afirmou, nesta segunda-feira (3), que todas as 141 unidades básicas de saúde receberam oxímetros e medicamentos do chamado kit-covid.

Conforme o prefeito, são 285 oxímetros entregues para auxiliar no atendimento aos pacientes com suspeita da doença causada pelo coronavírus.

Segundo a gerente da Unidade de Saúde da Família (USF) Mata do Jacinto, Gladys Cabrera, o oxímetro é importante para avaliar a classificação de risco do paciente.

“Ele é muito importante porque com ele a gente consegue verificar a frequência cardíaca desse paciente e a oxigenação do sangue, ou seja, a saturação, e esses são os itens primordiais na classificação de risco bem feita”, disse.

Médico infectologista e pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e professor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Júlio Croda, ressaltou, em live no dia 30 de julho, a importância do oxímetro no monitoramento de pacientes com covid.  

“A pessoa deve procurar o serviço logo cedo, na atenção primária, e ser avaliada com o oxímetro, que mede a saturação no dedo. Se você não fuma, não tem nenhuma doença pulmonar e apresentar saturação menor de 93, isso é muito grave, você muito provavelmente vai ter que se internar e ser avaliado com mais calma, e vai precisar de oxigênio também”, disse.

Ainda conforme o infectologista, a aferição pode ser feita nas unidades de saúde mesmo que a pessoa tenha sintomas leves ou seja confirmado, mas assintomático.  

“Não aguarde muito tempo e não espere muito tempo para procurar o serviço de saúde. Vá no serviço de saúde e peça para checar a sua saturação, se tiver 93, é um dado preocupante, acima disto está tranquilo do ponto de vista respiratório”, explicou.

Conforme o prefeito, também foram verificadas as farmácias das unidades básicas de saúde e todas têm em estoque o kit prevenção, que pode ser usado em caso de prescrição médica, com consentimento do paciente, devido a não haver comprovação científica de que os medicamentos são eficazes para o tratamento da doença. 

“Todas as unidades dispõem de azitromicina, ivermectina, hidroxicloroquina e cloroquina”, garantiu.

Protocolo para tratamento da Covid-19 foi estabelecido no início de julho em Campo Grande. 

 
 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!