Cidades

PESQUISA

Preço dos alimentos dispara e inflação de novembro fecha em 1,14%

Dados foram divulgados nesta segunda-feira (7) pelo Núcleo de Pesquisas Econômicas (Nepes)

MARESSA MENDONÇA

07/12/2015 - 17h27
Continue lendo...

A inflação do mês de novembro em Campo Grande fechou em 1,14%, valor bem superior ao registrado em outubro, de 0,97%, e que representa o quarto mais alto do ano. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (7), pelo Núcleo de Pesquisas Econômicas (Nepes) da Uniderp. 

De acordo com a pesquisa, o índice de 2015 ficou 0,59% maior que o registrado no ano passado, conforme explicou o coordenador do Nepes e pesquisador, Celso Correia de Souza. “Na análise entre os meses de novembro, essa inflação só foi superada em novembro de 2002, quando chegou a 4,91%”,  

A pesquisa apontou ainda os grupos que  mais contribuíram para elevar esse índice:  Alimentação, com 3,33% e contribuição para a inflação de 0,68%  e Transportes, com 1,80% e contribuição de 0,27%. Deflação de -0,06% foi registrada na Saúde, mesmo assim com pouca contribuição para conter a inflação. 

Em relação a contribuição do grupo Alimentação para elevação desse índice, Correia disse que realmente o aumento foi muito expressivo. "Em outubro, registramos 1,65%, e no mês passado, 3,33%. A tendência é permanecer próximo desse patamar em dezembro, período de alto consumo devido às festas de final de ano. A inflação nesse mês, historicamente, sempre foi alta”, prevê.

PODER DE COMPRA REDUZIDO 

A inflação acumulada no último ano na Capital é de 10,96%, muito acima do teto da meta estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), de 6,5%. Nesse acumulado, a alimentação segue como o grupo com maior, com valor de 14,81%, Habitação com 13,36%, Transportes 11,85% e Despesas Pessoais com 11,54%. 

Os maiores aumentos de preços que ocorreram em produtos do grupo Alimentação foram: batata com 34,14%, tomate com 32,30% e cebola com 30,58%. 

“A inflação acumulada em 12 meses na cidade de Campo Grande rompeu o patamar dos dois dígitos, o que não acontecia desde o ano de 2003, quando atingiu 11,82%. O fato é negativo para as autoridades governamentais e para o contribuinte, que está vendo seu salário reduzir o potencial de compra”, declara o pesquisador. 

IPC/CG 

O Índice de Preços ao Consumidor de Campo Grande (IPC / CG) é um indicador da evolução do custo de vida das famílias dentro do padrão de vida e do comportamento racional de consumo. O Índice busca medir o nível de variação dos preços mensais do consumo de bens e serviços, a partir da comparação da situação de consumo do mês atual em relação ao mês anterior, de famílias com renda mensal de 1 a 40 salários mínimos. A Uniderp divulga mensalmente o Índice de Preços ao Consumidor de Campo Grande.

AÇÃO

Boa notícia para os donos de pets! Prefeitura lança consultório veterinário móvel

Iniciativa tem o objetivo de facilitar o acesso a cuidados veterinários em áreas carentes da Capital

19/06/2024 15h00

Boa notícia para os donos de pets! Prefeitura lança consultório veterinário móvel nesta quinta-feira

Boa notícia para os donos de pets! Prefeitura lança consultório veterinário móvel nesta quinta-feira Divulgação: Prefeitura de Campo Grande

Continue Lendo...

Para a alegria e alívio dos donos de pets, a Prefeitura Municipal de Campo Grande lançou, nesta quinta-feira (20), o Consultório Veterinário Móvel. A iniciativa da Subsecretaria do Bem-Estar Animal (Subea) tem como objetivo levar serviços básicos de saúde animal para várias partes da cidade, especialmente aquelas regiões que têm menos recursos ou para donos que não conseguem levar seus pets até a unidade central da Subea.

O consultório móvel é um ônibus adaptado, com ar-condicionado que vai oferecer uma série de serviços veterinários, como consultas, vacinas, microchipagem, tratamento contra vermes e carrapatos, além de orientações sobre cuidados preventivos e encaminhamento para castração.

Neste mês, o consultório móvel estará em duas regiões pela manhã: nos dias 20 e 21 no Centro de Convivência Tijuca, das 8h às 11h, e no dia 22 no Todos em Ação, na Escola Municipal Senador Rachid Saldanha Derzi – Jardim Noroeste, das 8h às 13h.

Em julho, o atendimento será das 8h às 11h e das 13h às 15h, com distribuição de senhas. A ação acontecerá uma semana em cada local: de 01 a 05 de julho no CRAS Vila Popular e de 08 a 12 de julho no CRAS Vida Nova.

No lançamento desta quinta-feira (20), vão rolar atividades educativas sobre cuidados com os animais e distribuição de material informativo. Quem estiver lá também vai poder conferir de perto como é o consultório móvel e pegar todas as informações sobre quando ele vai estar nos diferentes bairros da cidade.

Lançamento do Consultório Veterinário Móvel

Data: 20/06/24
Horário: 8h às 11h
Local: Centro de Convivência Tijuca II (Rua Piassanguaba, 1145).

Cronograma

  • Centro de Convivência Tijuca

Data: 20/06 e 21/06
Hora: 08h às 11h
Local: Rua Piassanguaba, 1145 – Tijuca.

  • Todos em Ação – Noroeste

Data: 22/06
Hora: 08h às 13h
Local: E.M. Senador Rachid Saldanha Derzi, Rua Dois Irmãos n. 291, Bairro Jardim Noroeste

  • CRAS Vila Popular

Data: 01/07 a 05/07
Hora: 08h às 11h e 13h às 15h
Local: R. Marçal de Souza, 25 – Vila Popular

  • CRAS Vida Nova

Data: 08/07 a 12/07
Hora: 08h às 11h e 13h às 15h
Local: R. Jaci Maria de Azevedo Moro, 164 – Nova Lima (Segredo)
 

Alerta

Em menos de 24 horas, três pessoas foram executadas na região de fronteira

De acordo com a Polícia Nacional, três execuções foram registradas em menos de 24 horas. A Polícia Nacional está investigando as mortes.

19/06/2024 14h30

Brasileiro foi executado próximo a um estabelcimento noestacionamento de um centro automotivo

Brasileiro foi executado próximo a um estabelcimento noestacionamento de um centro automotivo Fotos/ Marciano Cândia

Continue Lendo...

Após longos meses sem execuções na linha internacional entre Ponta Porã e Pedro Juan Caballero, a região de fronteira entre os dois países enfrenta mais uma nova onda de assassinatos que novamente vem ligando o sinal de alerta das autoridades brasileiras e paraguaias. 

A vítima desta vez é o brasileiro Marcelo Batista Chaves, de 42 anos, que foi executado a tiros no estacionamento de um centro automotivo no Bairro Maria Victoria, em Pedro Juan Caballero. Segundo informações policiais, esta é a terceira execução na fronteira nas últimas horas.  

Conforme informações de testemunhas, Marcelo estava sendo seguido pelos atiradores em uma motocicleta. De acordo com a polícia local, há divergências nas informações, pois outras testemunhas relataram que os atiradores estavam em uma caminhonete.

Ao jornal paraguaio Última Hora, o médico legista Marco Prieto disse que o brasileiro recebeu tiros na cabeça, pescoço e no peito, vindo a falecer no local. Ainda de acordo com o médico legista, a vítima recebeu pelo menos 21 disparos de revólver calibre 28 e pistolas 9 milímetros.

Marcelo Chaves é a segunda vítima executada na linha internacional nas últimas horas. Ontem, na favelinha da Vila Ferroviária, Marcos Javier Gonzales, de 32 anos, foi executado com tiros de fuzis calibres 7,62 e 5,56.

De acordo com a polícia, Gonzales tinha vários antecedentes criminais por roubo e furto.  

Na manhã de hoje, dia 19, em uma rua de terra em Pedro Juan Caballero, um corpo ainda não identificado foi encontrado. Segundo informações da Polícia Nacional, a vítima foi localizada com tiros na cabeça e no braço esquerdo.

 Assine o Correio do Estado   

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).