Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORONAVÍRUS

Prefeito ameniza explosão de casos em Campo Grande: “Tiveram o vírus e estão curadas”

Campo Grande teve um salto de 126 casos nunca registrados antes
11/06/2020 17:19 - Eduardo Miranda, Fábio Oruê


Prefeito Marcos Trad (PSD), diante do número recorde de casos confirmados em um dia em Campo Grande explicou que parte das pessoas testadas foram descobertas por conta dos anticorpos presentes no organismo, ou seja, que já tiveram o coronavírus. 

“O mau já passou. A maioria destas pessoas que foram confirmadas hoje, tiveram o vírus e já foram curadas”, amenizou ele ao Correio do Estado. Campo Grande, depois de dias sem grande número de casos, registrou de ontem (10) para hoje (11) 126 casos novos da Covid-19. 

Os números foram divulgados na manhã desta quinta-feira pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), sendo que Dourados se mantém como a cidade com mais casos: 849, e Campo Grande deu um salto para 560 confirmações. 

Apesar do grande número, Trad mantêm que não é preciso preocupação já que o sistema de saúde da Capital está conseguindo suportar a pandemia no município.“Nossa ocupação de leitos está em 6,4%. Isso quer dizer que, de cada 100 leitos, 6 estão ocupados”, comentou ele. 

Porém, os dados indicam que os casos devem aumentar ainda mais ao longo do fim de semana, já que Campo Grande tem 415 casos suspeitos aguardando o resultado.

Para o secretário de Estado de Saúde Geraldo Resende há um crescimento exponencial no Estado nos últimos 20 dias e nenhum decréscimo, relacionando o aumento de casos com a falta de isolamento social.  

"Isso mostra que o sinal vermelho já foi aceso há muito tempo, notadamente na região da grande Dourados, não só Dourados, mas os municípios vizinhos, a secretaria de saúde do Estado, tem sido parceira no enfrentamento em todas as cidades, seja na Capital ou no pequeno município, o apoio é integral e a gente conseguiu de fato ser um Estado brasileiro referência no combate a Covid-19", disse. 

 
 

Felpuda


Lideranças de alguns partidos estão fazendo esforço da-que-les para fechar chapa com o número exigido por lei de 30% do total de vagas para as mulheres. Uma dessas legendas, por exemplo, tenta mostrar a “felicidade” das suas pré-candidatas, mas teme o fracasso, tendo em vista que o “chefe maior” é aquele que já mandou mulheres calarem a boca e disse também que a importância da sua então esposa na campanha eleitoral era porque apenas “dormia com ele”. Ô louco!