Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

NOVO DECRETO

Prefeito atende empresários e amplia funcionamento do comércio para até 19h

Salões de beleza, mercados, consultórios e lojas de materiais de construção podem ficar abertas até 21h
13/04/2020 17:43 - Glaucea Vaccari


 

Após fixar o horário do funcionamento do comércio das 9h às 16h30 em decreto nesta segunda-feira (13), prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (PSD), atendeu a pedido de comerciantes e ampliou o horário para até às 19h. Conforme o prefeito, há alguns estabelecimentos que podem funcionar até às 21h.

“Muitos comerciantes vieram dizer para aumentar espaço do comércio para não ter muita aglomeração, eles falaram que das 9h às 16h30 as pessoas só tem esse período de tempo, então para esticar o prazo para os comerciantes fazerem o próprio horário de oito horas, quem quiser abrir das 9h até 17h, quem quiser das 10h  às 18h, ou das 11h a 19h,  cada um fazer seu horário. É  isso que decidiram e nós acatamos”, disse o prefeito em transmissão ao vivo no Facebook.

Com a alteração, os varejistas estão autorizados a funcionar das 9h às 19h. Já salões de beleza e consultórios médicos têm permissão para abrir das 9h às 21h. Lojas de material de construção e supermercados podem funcionar das 8h às 21h, com exceção dos que já fazem 24 horas, que continuarão no mesmo esquema.  

Ainda segundo o prefeito, está em conversa a possibilidade de alterar também o horário de expediente dos bancos, das 9h às 18h, como forma de dar mais tempo para a população procurar o serviço e evitar aglomeração.  

A alteração é apenas no horário e comerciantes devem continuar cumprindo as restrições decretadas para conter o contágio do coronavírus. Empresários devem preservar o distanciamento mínimo de 1,5 metro, com demarcação no chão de distanciamento mínimo também de 1,5 m em filas. As máquinas eletrônicas de pagamento via cartão de débito ou crédito devem ser higienizadas após cada uso.  

Os estabelecimentos estão limitados a atender apenas 30% da capacidade normal, além de  serem obrigados a disponibilizar álcool em gel para os clientes e adotar medidas para reforçar a higienização do ambiente. Fiscalização continuará sendo feita para evitar descumprimento das medidas.

 

Felpuda


Alguns pré-candidatos que estão de olho em uma cadeira de vereador vêm apostando apenas nas redes sociais, esperançosos na conquistados votos suficientes para se elegerem. A maioria pede apoio financeiro para continuar mantendo suas respectivas páginas, frisando que não aceita dinheiro público ou de político, fazendo com que alguns se lembrem daquela famosa marchinha de carnaval: “Ei, você aí, me dá um dinheiro aí, me dá um dinheiro aí...”. Como diria vovó: “Essa gente perdeu o rumo e o prumo”.