Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COMPROMISSOS

Prefeito diz que precisa <br> de R$ 90 milhões para pagar 13º

São aproximadamente 24 mil servidores
02/12/2019 12:43 - IZABELA JORNADA E DAIANY ALBUQUERQUE


 

Prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (PSD), declarou que serão necessários R$ 90 milhões para pagar o 13º salário dos servidores municipais. Ele disse que está com dificuldade de juntar o recurso para depositar o valor dos, aproximadamente, 24 mil funcionários.

“Nós estamos juntando, muito embora tenha diminuído nosso ICMS, de 25% para 18%, muito embora os repasses do governo federal também, todos eles foram diminuídos e como a taxa de inadimplência do IPTU subiu, estamos fazendo economia de casa para honrar as nossas obrigações”, justificou o prefeito, durante coletiva de lançamento do plano de segurança do centro da Capital.

Porém, mesmos com a diminuição da receita, o prefeito garantiu que vai conseguir pagar. “Nós vamos cumprir a lei, mas se tivermos condições de antecipar, dependendo do que a gente for arrecadar com o Refis a gente antecipa”, declarou.

Reportagem do Correio do Estado, da edição do dia 28 de novembro noticiou que o secretário municipal de Planejamento e Finanças, Pedro Pedrossian Neto, informou que o pagamento integral do 13º seria feito no dia 20 de dezembro.

O secretário, na ocasião, teria dito que a maior preocupação era com o salários dos funcionários municipais que devem ser depositados no dia 6 de dezembro. “Nós vamos resolver um problema de cada vez, vamos pagar a nossa folha no dia 6 de dezembro. Cerca de R$ 135 milhões, então vamos pagar essa folha na sexta-feira (6)”, informou Pedrossian Neto.

Felpuda


Alguns pré-candidatos que estão de olho em uma cadeira de vereador vêm apostando apenas nas redes sociais, esperançosos na conquistados votos suficientes para se elegerem. A maioria pede apoio financeiro para continuar mantendo suas respectivas páginas, frisando que não aceita dinheiro público ou de político, fazendo com que alguns se lembrem daquela famosa marchinha de carnaval: “Ei, você aí, me dá um dinheiro aí, me dá um dinheiro aí...”. Como diria vovó: “Essa gente perdeu o rumo e o prumo”.