Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESTACIONAMENTO

Prefeitura anulará notificações aplicadas pela FlexPark

Decreto será publicado em edição extra do Diário Oficial de Campo Grande, anunciou o prefeito
27/07/2020 14:30 - Daiany Albuquerque


A prefeitura de Campo Grande anulará notificações aplicadas pela Flexpark em Campo Grande nos dias 18, 19, 25 e 26 de julho. O anúncio foi feito pelo prefeito Marcos Trad (PSD), durante transmissão em suas redes sociais. O decreto deverá ser publicado em edição extra do Diário Oficial de Campo Grande (Diogrande) na tarde desta segunda-feira (27).

“Não é possível, descente, digno e justo atividades econômicas não essenciais paralisadas e mesmo assim aplicação por parte da empresa de notificação, não multa, mas mesmo notificação, daqueles que não estavam usando os adesivos do parquímetro”, declarou o prefeito.

Segundo Trad, o documento também estabelecerá os dias, horários e locais que a empresa poderá atuar enquanto as medidas restritivas estiverem em vigor. “A empresa responsável pelo estacionamento rotativo eletrônico – Flexpark – está autorizada a funcionar das 9h às 17h, de segunda a sexta-feira e aos sábados, somente onde as empresas, atacado e varejo também estiverem funcionamento das 9h às 12h”.

“A gente pede desculpas a população em razão dessas notificações não terem sido anuladas ou proibidas desde antes. Quando há injustiça, nós somos os primeiros a corrigir”, completou o prefeito, que disse ter sido informado sobre as notificações por meio de um vídeo que circulou pelas redes sociais.

As medidas decretadas pela prefeitura, que restringem o horário e os dias de funcionamento dos estabelecimentos comerciais que não sejam de atividades essenciais, ficarão em vigor até a sexta-feira (31).

 
 

Felpuda


Conversas muito, mas muito reservadas mesmo tratam de possível mudança, e não pelo desejo do “inquilino”.

Por enquanto, e em razão de ser um assunto melindroso, os colóquios estão sendo com base em metáforas.

Até quando, não se sabe, pois o que hoje é considerado tabu poderá se tornar assunto em rodinhas de conversas.

Como dizia o célebre Barão de Itararé: “Há mais coisas no ar, além dos aviões de carreira”. Só!