Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORONAVÍRUS

Prefeitura decreta obrigatoriedade do uso de máscaras

Medida valerá a partir da próxima segunda-feira em transportes e locais fechados
16/04/2020 12:26 - Daiany Albuquerque


 

A partir de segunda-feira (20) será obrigatório o uso de máscaras para todas as pessoas que estiverem em um meio de transporte, seja público ou privado, e que estejam em locais fechados com mais de uma pessoa. A determinação foi anunciada nesta quinta-feira pelo prefeito Marcos Trad (PSD).

De acordo com o gestor, o decreto deverá ser publicado ainda nesta quinta-feira, em edição extra do Diário Oficial de Campo Grande (Diogrande).

“Todos nós estamos acompanhando as decisões da ciência, acompanhando fielmente o que os médicos dizem. Como existem casos de assintomáticos, que transmitem a partir da conversa, o uso é questão de responsabilidade social em razão do número que começa a crescer e número de óbitos no nosso Estado é necessário essa cautela”, declarou o prefeito. 

A obrigação será para todos que: estiverem fora do seu domicílio; que estejam dentro de prédio público fechado, inclusive prédios particulares cuja ventilação não é adequada; qualquer pessoa que estiver em meio de transporte (táxi, aplicativo, dentro de carros ou ônibus); em locais fechados como shopping, mercadão; e locais com boa ventilação, mas com outras pessoas.

Nos demais locais, ainda segundo o prefeito, o uso das máscaras será facultativo. Conforme Trad, a prefeitura está em contato com várias costureiras, para “providenciar o maior número de máquinas para tentar chegar ao maior número de pessoas”. O prefeito, porém, não detalhou se esse material será distribuído no transporte público ou em bairros onde há concentração de pessoas carentes.

Felpuda


Alguns pré-candidatos que estão de olho em uma cadeira de vereador vêm apostando apenas nas redes sociais, esperançosos na conquistados votos suficientes para se elegerem. A maioria pede apoio financeiro para continuar mantendo suas respectivas páginas, frisando que não aceita dinheiro público ou de político, fazendo com que alguns se lembrem daquela famosa marchinha de carnaval: “Ei, você aí, me dá um dinheiro aí, me dá um dinheiro aí...”. Como diria vovó: “Essa gente perdeu o rumo e o prumo”.