Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPO GRANDE

Prefeitura distribuirá máscaras em mercados, terminais e pontos de ônibus

Marcos Trad pediu que quem pode comprar "tenha consciência" e não pegue o item de proteção
20/04/2020 18:46 - Adriel Mattos, Glaucea Vaccari


 

Máscaras adquiridas ou confeccionadas pela prefeitura de Campo Grande serão distribuídas em pontos de ônibus, terminais de ônibus e supermercados, segundo informou o prefeito Marcos Trad ao Correio do Estado. Pela manhã, o prefeito anunciou que irá distribuir cerca de 1,3 milhão de unidades para a população se prevenir e evitar disseminação do coronavírus.

Trad disse que a entrega será feita preferencialmente para a população de baixa renda ou mais carente, mas como a distribuição será em pontos específicos e não diretamente nos bairros e casas, ele afirmou que espera que os campo-grandenses “tenham consciência” e quem tem condições de comprar, deixe a máscara gratuita para quem não tem.  

Previsão é que aproximadamente 800 mil máscaras cheguem até o fim desta semana. Além disso, prefeitura está licitando compra do material para confecção de máscaras de tecido por costureiras do Fundo de Apoio a Comunidade (FAC) e Instituto Mirim.

Também haverá distribuição de equipamentos para uso dos profissionais de saúde, nas unidades administradas pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesau).  

Na sexta-feira (17), prefeitura publicou decreto que obrigava uso de máscara a partir de hoje (20), mas voltou atrás pouco depois e, em novo decreto, decidiu apenas recomendar o uso do item como forma de prevenção ao coronavírus. 

 

Felpuda


Pré-candidato a prefeito de Campo Grande divulgou vídeo em que político conhecido Brasil afora anuncia apoio às suas pretensões. O problema é que o tal líder já andou sendo denunciado por mal feitos em sua trajetória, sem contar que o pai do dito-cujo teve de renunciar ao cargo de ministro por ter ligações nebulosas com empresa de agrotóxico. Depois do advento da internet, essa coisa de o povo ter memória curta hoje não passa de coisa “da era pré-histórica”.