Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

CAMPO GRANDE

Prefeitura não antecipa feriado e servidores terão folga de quatro dias

Marcos Trad decretou ponto facultativo em 12 de junho, mesmo após dizer que estudava antecipação
29/05/2020 10:02 - Da Redação


O prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (PSD), decretou ponto facultativo nas repartições públicas no dia 12 de junho. Assim, parte dos servidores terão folga de quatro dias, já o dia 11 de junho é feriado de Corpus Christi e 13 de junho também é feriado, de Santo Antônio, padroeiro da cidade.

O decreto foi publicado em edição extra do Diário Oficial da Capital na quinta-feira (28). Unidades e serviços essenciais, como postos de saúde 24 horas, terão atendimento normal.

 
 

ESTUDO

Na semana passada, o Correio do Estado noticiou que Trad estudava antecipar feriados. São seis datas a mais que poderiam refletir no faturamento do comércio até o fim do ano, sendo cinco nacionais e um municipal. De acordo com o prefeito Marcos Trad (PSD), a prefeitura está considerando a mudança no calendário. “Estamos analisando, sim, e vamos decidir após oitiva com a Câmara dos Dirigentes Lojistas [CDL] e Associação Comercial e Industrial de Campo Grande [ACICG]. Vamos ouvir também a Câmara Municipal de Campo Grande”, disse o prefeito na época.

Trad disse que teria acesso nesta semana a um estudo que mostrará a viabilidade da mudança no calendário.Até o fim de 2020 são dois feriados municipais, o primeiro que será em um sábado, 13 de junho, Dia de Santo Antônio  padroeiro da Capital e 26 de agosto aniversário da cidade. Contando com as datas nacionais, que caem em dias úteis, são seis até o fim de 2020.  

De acordo com o prefeito, a mudança no calendário será analisada. “Estamos fazendo um estudo para verificar as datas dos feriados que poderiam cair em dias da semana. Tenho que ver esse estudo primeiro para tomar uma decisão, se ela cabe em Campo Grande”, afirmou em 22 de maio.

A arrecadação municipal pode crescer com os seis dias a mais de funcionamento do comércio, contando feriados nacionais. A arrecadação diária da Prefeitura é de R$ 2 milhões em dias normais e de R$ 1,4 milhão no período de pandemia. Com seis dias úteis a mais, a prefeitura teria um incremento de R$ 12 milhões (ou R$ 8,4 mi, considerando a arrecadação atual).  

 

Felpuda


Ex-petista de quatro costados, que acabou se aboletando em outro partido já há algum tempo, decidiu se submeter mais uma vez às urnas na tentativa de voltar a comandar cidade do interior de Mato Grosso do Sul. O eleitorado não botou fé e decidiu reeleger o atual prefeito.

Agora, há quem diga que o dito-cujo, que é fã de Carnaval, já pode ir preparando sua fantasia: “palhaço das perdidas ilusões”. Ô maldade!