Cidades

Reunião marcada

Prefeituras de 13 cidades recorrem ao Estado para atuar em estragos de chuvas

Prefeitos e o secretário Marcelo Miglioli reúnem-se nesta quarta (2) em Campo Grande

RODOLFO CÉSAR

01/12/2015 - 16h07
Continue lendo...

Uma reunião agendada para às 10 horas desta quarta-feira (2) na sede da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) vai reunir os prefeitos de 13 cidades da região Sul do Estado, atingidas pelas chuvas nas últimas semanas.

Nesses municípios, muitos locais estão ilhados, principalmente na zona rural, e na área urbana ruas transformaram-se em crateras ou o asfalto está se esfacelando.

O volume de problemas enfrentado pelos prefeitos desses locais está dificultando as ações e o encontro deve ajudar a realizar um planejamento de emergência. O secretário de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, participará da reunião.

A lista de cidades em situação de emergência compreende 13 localidades, entre elas Eldorado, Tacuru, Coronel Sapucaia, Juti, Mundo Novo, Paranhos, Iguatemi, Amambai, Aral Moreira, Itaquirai, Sete Quedas, Naviraí e Caarapó.

O prefeito de Amambai, Sérgio Barbosa (PMDB), disse em entrevista ao Portal Correio do Estado que há estragos tanto na zona urbana como na rural.

Foto enviada pelo Whatsapp do Portal mostra como uma das ruas da cidade está destruída. "Tem problemas de todos os tipos. Estamos atuando agora em locais mais críticos. Na zona rural, há 12 pontos que as pessoas estão sem acesso para sair ou chegar. Na cidade sabemos que há problemas estruturais", disse Barbosa.

Segundo ele, uma equipe da prefeitura ainda contabiliza o número de ruas com defeito e que precisam de intervenção. A região que possui mais danos está nas proximidades do bairro Pimentel. "A água está vertendo do chão. Parece que o lençol freático subiu tanto que a água está aflorando", explicou.

VACINA

Neste fim de semana, shoppings e supermercados realizam plantão de vacinação

Vale lembrar que todas as vacinas do calendário estarão disponíveis, incluindo a gripe, poliomielite e a Covid-19

21/06/2024 18h01

Neste fim de semana, shoppings e supermercados realizam plantão de vacinação

Neste fim de semana, shoppings e supermercados realizam plantão de vacinação

Continue Lendo...

Boa notícia para quem precisa colocar o calendário vacinal em dia! Neste fim de semana, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), realiza ações itinerantes em shoppings e supermercados para vacinação. Vale lembrar que todas as vacinas estarão disponíveis, incluindo a da gripe, poliomielite e Covid-19.

A secretária municipal de Saúde, Rosana Leite de Melo, destaca a importância de aproveitar o fim de semana para se vacinar. "A imunização é fundamental para proteger nossa comunidade contra várias doenças", enfatiza.

Rosana também explica que diversas estratégias para facilitar o acesso às vacinas estão sendo realizadas, como os plantões no fim de semana. "Vacinar-se não é apenas um ato individual, mas um gesto de responsabilidade coletiva. Contamos com a colaboração de todos para prevenir surtos e manter a saúde pública", conclui.

Durante a semana, as vacinas estão disponíveis em todas as 74 unidades de saúde de família, espalhadas pelas sete regiões urbanas e distritos do município.

Confira abaixo a programação: 

Sábado, 22 de junho: 

  • E.M Senador Rachid Saldanha Derzi, no Jardim Noroeste

Horário: 8h às 13h

  • Pátio Central Shopping

Horário: 8h às 16h30

  • Fort Três Barras

Horário: 8h às 16h30

Domingo, 23 de junho

  • Shopping Norte Sul Plaza

Horário: 11h às 19h

 

Seco demais

Inmet amplia o alerta de baixa umidade do ar para todos os municípios de MS

Nos últimos dias, grande parte do estado tem enfrentado um tempo extremamente seco, o que pode causar problemas de saúde.

21/06/2024 17h45

Sol predomina e calorão com o tempo extremamente seco continua neste final de semana.

Sol predomina e calorão com o tempo extremamente seco continua neste final de semana. Gerson Oliveira/Correio do Estado

Continue Lendo...

Mais uma vez, os sul-mato-grossenses estão sofrendo com o tempo seco que tem castigado a população nas últimas semanas. Preocupado com a baixa umidade do ar, o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) ampliou o alerta laranja de perigo potencial para umidade baixa em Mato Grosso do Sul nesta sexta-feira (21). Segundo o aviso, a umidade do ar pode variar entre 12% e 20%.

Conforme o alerta do Instituto, a baixa umidade é potencial para riscos de incêndios e para a saúde, provocando ressecamento da pele, desconforto nos olhos, boca e nariz. O alerta do Inmet é válido para todas as cidades de Mato Grosso do Sul. 

Instruções:

  • Beba bastante líquido.
  • Evite desgaste físico nas horas mais secas.
  • Evite exposição ao sol nas horas mais quentes do dia.
  • Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiro 

Na tarde de ontem (20), a reportagem do Correio do Estado conversou com o meteorologista do Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima), Vinicius Sperling, sobre a baixa umidade do ar. O tempo extremamente seco, com umidade em 19%, chamou a atenção da população e acendeu o sinal de alerta entre os meteorologistas.

"Normalmente estas umidades muito baixas são diagnosticadas entre julho e agosto, mas já estamos vivendo o tempo seco no mês de junho. Neste caso, é muito preocupante de acordo com dados meteorológicos que podemos enfrentar nos próximos meses. Não dá para analisar o que pode acontecer no futuro", relatou. 

Segundo Sperling, nas próximas semanas os sul-mato-grossenses precisam ter muita atenção com a saúde e cuidados para enfrentar o tempo seco. A estratégia de usar toalhas molhadas em casa e beber bastante líquido é de extrema importância, mas outros fatores podem causar sérios problemas de saúde, como as queimadas em vegetação.  

"A hidratação é de extrema importância nesses dias, mas o meu apelo é para que a população evite ignição, ou não colocar fogo em vegetação. Esse tempo seco e o vento é tragédia á vista, principalmente para gente que vai inalar toda essa fumaça tóxica", 

Como se prevenir nesse tempo seco

Não temos o poder de controlar o clima, mas existem diversas medidas preventivas que preservam a nossa saúde e geram bem-estar, principalmente, quando o tempo está seco. Conheça algumas recomendações relevantes.

Cuidados pessoais

  • Aplique soro fisiológico no nariz e nos olhos para evitar ressecamento;
  • beba muita água durante o dia, mesmo que não sinta sede;
  • não coloque as mãos na boca, nariz e olhos;
  • pratique exercícios físicos antes das 10h e após as 16h para proteger-se do sol;
  • use cosmético com protetor solar para hidratar e proteger a pele;
  • aproveite o vapor da água do banho para lubrificar as narinas respire fundo.
  • Cuidados com o ambiente
  • Evite aglomerações e a permanência em locais fechados e com baixa circulação de ar;
  • deixe a casa sempre limpa e arejada. A sombra excessiva e o tempo seco favorecem a proliferação de ácaros e fungos em móveis, cortinas, carpetes e tapetes. Por isso, abra as janelas e deixe o sol bater por um tempo dentro dos cômodos;
  • não use vassouras que espalham pó por onde passam, prefira aspiradores ou panos úmidos;
  • ligue os ventiladores de teto no sentido contrário para puxar o ar para cima. Ligados para baixo, espalham poeira e contaminam o ar;
  • não queime lixo e mato para não prejudicar a saúde das pessoas ou provocar queimadas.

 Assine o Correio do Estado     

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).