Cidades

Corumbá

Presa quadrilha que tentou roubar e vender caminhão na Bolívia

Presa quadrilha que tentou roubar e vender caminhão na Bolívia

Diário Online

25/05/2011 - 17h56
Continue lendo...

Cinco homens foram presos pela Polícia Militar entre a tarde e noite de terça-feira, 24 de maio, em uma ação nas regiões do Jacadigo e Porto da Manga, em Corumbá. Eles são acusados de participar de um esquema de roubo de caminhões. O bando teria contratado, usando nome de um antigo cliente da empresa de transporte localizada em Campo Grande, o frete de uma carga de feno da Capital para uma fazenda na região rural de Corumbá.

Tendo as características do veículo, um caminhão Mercedes Benz L-1315, cor amarela, carroceria aberta, placas BWM-0503 de Campo Grande, dois dos bandidos usaram um táxi para encontrá-lo na região do Porto da Manga.

"A tal da fazenda para qual deveríamos entregar a carga não existia, ninguém a conhecia. Foi quando meu marido pediu informações ao taxista e os passageiros falaram que eram funcionários da propriedade. Eles subiram no caminhão com a gente, mas pareciam desorientados, nervosos e já começamos a desconfiar que algo estava errado", disse a esposa do caminhoneiro, uma mulher de 47 anos.

Em determinado momento, um dos homens anunciou o assalto e pediu para que o casal deixasse o veículo. Nessa hora, a mulher contou ao Diário que foi agredida por um dos homens com uma cotovelada que lhe arrancou dois dentes frontais da arcada superior.

"Eles me puxaram e falaram que estava demorando a descer. Daí, mandaram que a gente entrasse no mato. Eles nos acompanharam e depois um deles voltou para levar o caminhão. O homem mais gordinho nos amarrou com tiras de borracha e nos deixou ajoelhados", contou a mulher que disse que o bandido recebia e fazia várias ligações para o comparsa durante o tempo em que os manteve no cativeiro.

"Numa dessas ligações, o outro disse a ele que o caminhão havia atolado numa estrada de terra. Daí, o que estava com a gente disse para ele se virar porque o caminhão já estava vendido e que ele não iria ser passado para trás. Ele falou ainda que estava com os ‘frangos amarrados' se referindo a mim e ao meu marido. Nessa hora, ele disse ao comparsa que não nos mataria", disse ao relembrar as palavras do bandido: "Agora, estou sendo amigo, não existe assaltante amigo, porque vocês foram bonzinhos comigo e não reagiram. Por causa da droga entrei nessa e já estou enjoado".

A mulher relatou que, no final da tarde, por volta das 18 horas, o bandido começou a ficar com medo, pois aumentou o fluxo de veículos pela estrada próxima e pelo fato de os comparsas não atenderem mais suas ligações. Ao anunciar que iria buscar um alimento em alguma propriedade próxima, o casal aproveitou para desatar a borracha que os prendia e fugir para dentro do mato até achar um aeroclube, onde ambos foram socorridos pelo caseiro, que comunicou à Polícia Militar, que já havia prendido parte da quadrilha, pois a tentativa de passar o caminhão para a Bolívia foi frustrada quando o veículo atolou na estrada do Jacadigo.

Em outro ponto da cidade

Os policiais encontraram o caminhão com a carga de feno jogada na estrada do Jacadigo, o que despertou a atenção. Momentos após, o CIOPS recebeu ligação de testemunhas moradoras próximas informando que avistaram um veículo Gol, cor cinza, e que um dos ocupantes perguntou se havia um trator para desatolar o caminhão. Disseram ainda que desconfiaram dos ocupantes do Gol por causa da falta de habilidade com o caminhão e comentários tipo: "a carga não importa e sim, o caminhão."

Em vistoria no veículo, foram encontrados documentos pessoais do casal e, a partir deles, a polícia entrou em contato com a filha das vítimas que relatou que eles haviam sido contratados para levar um carregamento de feno até uma fazenda, em Corumbá.

Na mesma estrada onde o caminhão ficou atolado, os policiais encontraram o veículo Gol de cor cinza, onde estavam Gilson Batista Severino, 35, já procurado pela polícia por ter mandado de prisão em aberto e o condutor, Hermes Arruda dos Santos, de 36 anos. No bolso do Gilson, os policiais encontraram um celular pertencente a uma das vítimas. Embaixo do tapete do passageiro, atrás do banco do motorista, foi encontrada a chave do caminhão.

Gilson confirmou o roubo do veículo e disse que o casal estava na estrada do Porto da Manga próximo a entrada do aeroclube com um comparsa do grupo. A Força Tática e o Grupo Especializado Tático de Motos, foram para o local indicado na estrada da Manga e, no trajeto, os policiais abordaram Mauro Rodrigues de Paula, 20, que possui mandado de prisão por fuga do regime semi-aberto, que tinha em seu poder um revólver calibre 32 com uma munição intacta e nos bolsos, quatro celulares. Ele confessou a participação no roubo e disse que já havia "liberado" o casal. Disse ainda que pertence a um grupo que age de dentro dos presídios e ameaçou os policiais.

Por volta das 19h30min, quando as equipes policiais já estavam no 1º Distrito Policial, o telefone que estava com Hermes recebeu uma ligação de um homem identificado como Lucas para combinar a entrega do veículo Gol. A equipe da Polícia Civil, juntamente com um dos envolvidos, combinou a entrega do veículo e em conjunto com o Serviço de Inteligência do 6º BPM, Força Tática e do GETAM foi para o local combinado, um posto de gasolina no bairro Guarani. No local, os policiais abordaram a motocicleta Honda Titan 125, cor branca, placa de Corumbá, conduzida pelo guarda municipal Samuel Franco Lopes, de 40 anos, e na garupa estava o suposto dono do Gol, Lucas Maia Cabral da Costa, de 27 anos, que tinha a quantia de 866 reais em dinheiro.

de Mamando a caducando

Clubes eram coniventes com a corrupção no futebol de MS, aponta Gaeco

Documento revela que dirigentes dos clubes depositaram mais de R$ 450 mil na conta particular de um dos sete suspeitos que foram presos na operação Cartão Vermelho

23/05/2024 10h05

Francisco Cezário, 77 anos, foi preso na terça-feira (21) e deve prestar depoimento somente na terça-feira da próxima semana (CG News)

Francisco Cezário, 77 anos, foi preso na terça-feira (21) e deve prestar depoimento somente na terça-feira da próxima semana (CG News)

Continue Lendo...

A investigação do Ministério Público sobre a suposta organização criminosa que comanda a Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) aponta que os dirigentes dos clubes tinham conhecimento e eram coniventes com a corrupção, fazendo até uma espécie de “rachadinha” com Francisco Cezário e seus familiares. 

Prova disso é que Aparecido Alves Pereira, ou Cido, um dos presos na terça-feira (21), “recebeu em sua conta pessoal mais de R$ 450.7331 de clubes de futebol entre os anos de 2019-2023 sem qualquer justificativa aparente”, diz o texto do Gaeco ao pedir a prisão dele e de outros seis “cabeças” do esquema. 

Os repasses da Federação aos clubes são feitos da conta oficial da instituição. Pagamentos dos clubes, porém, eram depositados em outra conta, de uma pessoa física.

E, ao depositarem dinheiro na conta pessoal de Aparecido ficava claro que havia algo de errado, a não ser que os diretores destes clubes fossem extremamente ingênuos ao ponto de não saberem que estes depósitos teriam de ser feitos na conta oficial da Federação

Esta suposta conivência dos clubes com o esquema de corrupção também fica evidenciado pelo fato de não existirem, pelo menos publicamente, denúncias de que pagamentos fossem feitos na conta particular de Aparecido Alves Pereira. 

E, graças ao voto destes dirigentes de clubes é que Francisco Cezário conseguia se perpetuar no comando da Federação, da qual desviou, segundo o Gaeco, mais de R$ 6 milhões somente entre setembro de 2018 e fevereiro de 2023.

Esse valor, porém, é muito maior, deixa claro a denúncia do MPE. Isso porque o esquema está em pleno andamento e exatamente por isso foi pedida a prisão de Cezário e demais envolvidos, justifica a promotoria ao fazer pedido para que o juiz decretasse a prisão preventiva.

A decisão judicial que decretou a prisão de Cezário e outros seis não traz detalhes sobre a quantidade de depósitos ou sobre os clubes que repassavam estes valores para Cido. Também não esclarece se os valores eram relativos ao pagamento de taxas ou se eram alguma devolução (rachadinha) de parte daquilo que recebiam da Federação. 

Uma das únicas referências que a decisão judicial  faz a algum clube é relativa ao Misto, de Três Lagoas. “Durante os diálogos mantidos com sua esposa, Valdir reclama que Francisco Cezário diz não ter dinheiro para pagar o seu veículo, mas que possui recursos para gastar com Jamiro Rodrigues de Oliveira (MIRO), presidente do Clube Misto de Três Lagoas”. Cezário e Miro mantiveram parceria durante décadas. 

Outro indício de que os clubes conheciam o esquema e que eram coniventes é o fato de que, apesar da prisão e das evidências apresentadas até agora, nenhum dirigente ter vindo a público até agora para exigir a destituição Cezário ou para pedir a intervenção na Federação. 

PREFERIDOS

E não era somente dos clubes que Aparecido recebia dinheiro irregularmente. “As investigações ainda demonstraram que, entre os anos de 2020-2023, Aparecido Alves Pereira realizou saques bancários, bem como e recebeu transferências injustificadas da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul, que totalizaram R$ 411.420,00”, diz o MPE. 

Aparecido, porém, não era o “preferido” de Francisco Cezário para fazer os supostos desvios da Federação. O predileto é Umberto Alves Pereira. “Embora não seja funcionário da entidade, entre os anos de 2018-2023, recebeu da Federeção de Futebol de Mato Grosso do Sul R$ 2.265.829,33, transferências também não justificadas”. 

“No mesmo sentido, o relatório extraído da quebra do sigilo bancário identificou que Umberto recebeu 279 depósitos em espécie, sem identificação de origem, totalizando R$ 621.180,00. Ou seja, somando os dois valores, ele recebeu quase R$ 2,9 milhões.

Umberto Alves Pereira é um dos cinco sobrinhos de Francisco Cezário presos na terça-feira. Além  dos sobrinhos, o “imperador” do Futebol de Mato Grosso do Sul também usava uma irmã para suposta lavagem de dinheiro, aponta o MPE. 

“As investigações puderam concluir que Francisco Cezário de Oliveira, utilizava-se de sua irmã, Francisca Rosa de Oliveira, para ocultar e dissimular a origem do dinheiro desviado da Federação. Isso porque, o endereço em que Francisca reside também está registrado como sede da empresa de confecção de roupas, denominada TEXLIN CONFECÇÃO, de propriedade de Ricardo Matheus de Andrade Pereira, filho de Ricardo de Oliveira Pereira, Diretor de Marketing da FFMS”, diz o documento do MPE. 
 

TEMPO

Frente fria vai derrubar temperaturas para 7ºC, com sensação de 5ºC em MS

Tempo começa a mudar nesta quinta-feira (23); sexta-feira (24), sábado (25) e domingo (26) serão de muito frio, chuva, tempestades, ventos, raios, granizo, trovoadas e tempo fechado

23/05/2024 09h45

Tempo chuvoso e frio em Campo Grande

Tempo chuvoso e frio em Campo Grande ARQUIVO/CORREIO DO ESTADO

Continue Lendo...

O sul-mato-grossense vai ter que tirar o casaco e o guarda-chuva do armário a partir desta quinta-feira (23). Dessa vez, o frio vem com força e, pela primeira vez no ano, será de “congelar”.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia, chegada de uma nova frente fria vai derrubar os termômetros para 7ºC, com sensação térmica de 5ºC, neste fim de semana, em Mato Grosso do Sul. Confira a tabela de temperaturas no fim da reportagem.

Isto porque uma nova frente fria, aliada ao avanço de cavados e atuação de área de baixa pressão atmosférica, se aproxima de Mato Grosso do Sul.

Com isso, sexta-feira (24), sábado (25) e domingo (26) serão de muito frio, chuva, tempestades, ventos, raio, granizo, trovoadas, tempo fechado e céu nublado. Vale ressaltar que o tempo começa a "virar" já a partir desta quinta-feira (23). 

O Inmet divulgou alerta amarelo (perigo potencial) de tempestade para o sul e oeste de Mato Grosso do Sul. Com isso, pode ocorrer chuva entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, ventos intensos (40-60 km/h) e queda de granizo. Há baixo risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de galhos de árvores e de alagamentos.

Alerta amarelo de tempestade. Divulgação: Inmet

A 29 dias do início do inverno, as frentes frias ganham força e se tornam cada vez mais comuns no Estado. A tendência é que com o fim do outono e chegada do inverno, temperaturas baixam sejam registradas com maior frequência.

“A partir de sexta-feira (24 de maio), haverá declínio de temperatura no Sul do Estado e na parte Oeste. Esse declínio pode ficar em torno de 3ºC em relação a observância. No sábado (25 de maio), o declínio de temperatura já atinge quase todo o Estado, bem mais acentuado no Sul e no Sudoeste do Estado, declínio de 5ºC. No domingo (26 de maio), já fica restrito na parte do centro ao norte do Estado”, detalhou a meteorologista do Inmet, Andrea Ramos, em entrevista exclusiva ao Correio do Estado.

TEMPERATURAS

Confira temperaturas mínimas e máximas para sexta-feira (24), sábado (25) e domingo (26):

  Sexta-feira, 24 de maio  Sábado, 25 de maio  Domingo, 26 de maio
Campo Grande Temperatura mínima: 16ºC / Temperatura máxima: 24ºC Temperatura mínima: 13ºC / Temperatura máxima: 19ºC Temperatura mínima: 12ºC / Temperatura máxima: 19ºC
Amambai Temperatura mínima: 11ºC / Temperatura máxima: 26ºC Temperatura mínima: 9ºC / Temperatura máxima: 17ºC Temperatura mínima: 11ºC / Temperatura máxima: 19ºC
Ponta Porã Temperatura mínima: 11ºC / Temperatura máxima: 26ºC Temperatura mínima: 9ºC / Temperatura máxima: 17ºC Temperatura mínima: 11ºC / Temperatura máxima: 18ºC
Dourados Temperatura mínima:  14ºC/ Temperatura máxima: 27ºC Temperatura mínima: 11ºC / Temperatura máxima: 16ºC Temperatura mínima: 13ºC / Temperatura máxima: 19ºC
Aquidauana Temperatura mínima: 17ºC / Temperatura máxima: 29ºC Temperatura mínima: 15ºC / Temperatura máxima: 24ºC Temperatura mínima: 15ºC / Temperatura máxima: 26ºC
Corumbá Temperatura mínima: 16ºC / Temperatura máxima: 31ºC Temperatura mínima: 13ºC / Temperatura máxima: 24ºC Temperatura mínima: 13ºC / Temperatura máxima: 26ºC
Três Lagoas Temperatura mínima: 19ºC / Temperatura máxima: 35ºC Temperatura mínima: 17ºC / Temperatura máxima: 22ºC Temperatura mínima: 17ºC / Temperatura máxima: 26ºC
Sonora Temperatura mínima: 20ºC / Temperatura máxima: 33ºC Temperatura mínima: 18ºC / Temperatura máxima: 26ºC Temperatura mínima: 16ºC / Temperatura máxima: 29ºC

* Fonte: Inmet

CUIDADOS

De acordo com o Inmet, o ser humano deve tomar cuidados indispensáveis durante o frio. Confira:

  • Se agasalhe
  • Beba água
  • Evite tomar banhos muito quentes
  • Continue usando protetor solar
  • Evite ambientes pouco ventilados
  • Hidrate a pele
  • Cuide da alimentação
  • Não se exponha ao tempo

Ainda segundo o Inmet, o tempo chuvoso requer cuidados aos sul-mato-grossenses. Confira:

  • Em caso de chuva: usar guarda-chuvas; não enfrentar pontos de alagamento ou enxurradas; procurar rotas alternativas no trânsito; dirigir devagar e proteger os pés e as mãos com botas e luvas de borracha ou sacos plásticos duplos
  • Em caso de raio: evitar locais abertos; não ficar debaixo de árvores; não ficar próximo a cercas de metal; ficar calçado e desligar eletroeletrônicos da tomada
  • Em caso de granizo: tomar cuidado no deslocamento após chuva de granizo, pois o chão fica escorregadio

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).